Senhores Usuários,

Pedimos que consultas/dúvidas sejam preferencialmente realizadas/perguntadas através dos tópicos. Consultas através de mensagens privativas, somente as aconselhamos nos casos que informações claramente pessoais e privativas precisem ser informadas.

agradecemos a colaboração,


Equipe Portal Cidadania Portuguesa

Ajuda para Iniciantes buscando informações sobre Nacionalidade Portuguesa

124»

Comentários

  • CEGVCEGV 3026 PontosPosts: 2,406Moderator

    @deFonseca disse:
    Boa noite ! Sou novo por aqui mas acompanho a muito tempo os tópicos, alguém pode me informar porque estão exigindo comprovação de efectiva ligação, mesmo o neto ja sendo naturalizado ? Minha mãe recebeu oficio requisitando documentos que contribuam com o processo dela ser aprovado !

    Não exigem... apenas é uma formalidade processual do tipo "tem que passar pela mesa do fulano para dar uma carimbada no processo".

    abraços,

  • CEGVCEGV 3026 PontosPosts: 2,406Moderator
    editado maio 30

    @deFonseca disse:
    O processo dela é de conversão de nacionalidade, numero 41xxx/18, e entrou em exigência !

    Exigência ? pode nos escrever EXATAMENTE o que lhe foi enviado na carta de exigência ? Se ela é naturalizada pelo artigo 6.4 não vão exigir nada, a não ser que o requerimento dela não tenha sido preparado conforme orientamos ou tenham criado alguma "novidade".

    Sugestão: tire uma foto da carta, risque os dados pessoais de sua mãe, inclusive número do processo, faça o upload da imagem usando o site http://tinypic.com/ (ou qualquer outro semelhante), anote o endereço da imagem e insira aqui no tópico (ou no tópico da convolação). Compartilhando informações e texto podemos te orientar melhor.

    abraços,

  • dicãodicão 29 PontosPosts: 10Member

    @CEGV Ótima notícia. Meu pai é "tuga". Na última terça feira pedi a certidão de nascimento pelo Civilonline e deu certo. Estou com o assento dele em mãos. Já posso providenciar o meu pedido de naturalização? obrigado pela ajuda.

    CEGV
  • dicãodicão 29 PontosPosts: 10Member

    @CEGV lembrando que entre o recebimento da documentação (04/12/2018), e a conclusão do processo, foram cerca de cinco meses de espera. Mas valeu a pena. Obrigado.

    CEGV
  • CEGVCEGV 3026 PontosPosts: 2,406Moderator

    @dicão disse:
    @CEGV Ótima notícia. Meu pai é "tuga". Na última terça feira pedi a certidão de nascimento pelo Civilonline e deu certo. Estou com o assento dele em mãos. Já posso providenciar o meu pedido de naturalização? obrigado pela ajuda.

    Se foi seu pai o declarante do seu nascimento (tem essa informação na sua certidão de nascimento reprográfica), pode seguir em frente.

    veja instruções em nosso tópico
    https://portalcidadaniaportuguesa.com/forum/discussion/28/atribuicao-1c-filhos-de-portugueses-menor-maior-documentos-e-para-onde-enviar/p1

    parabéns e boa sorte !

  • CEGVCEGV 3026 PontosPosts: 2,406Moderator

    @marco disse:
    Boa noite ! minha duvida e o seguinte sou aposentado , estou tirando dupla cidadania por parte do meu avo , minha esta viva ja deu entrada e depois eu ! fica mais fácil ir para portugal.

    Quem está viva ? Sua mãe ?
    Não entendi a pergunta...

    abraços,

  • marcomarco 37 PontosPosts: 7Member

    minha mãe esta viva ! estou tirando documentação dela e depois a minha ! neste caso como aposentado terei alguma exigência para morar portugal ? obrigado

  • CEGVCEGV 3026 PontosPosts: 2,406Moderator
    editado junho 3

    @marco disse:
    minha mãe esta viva ! estou tirando documentação dela e depois a minha ! neste caso como aposentado terei alguma exigência para morar portugal ? obrigado

    @marco, você está misturando as coisas. Uma coisa é nacionalidade. Outra coisa é visto de residência. Quando você obtém nacionalidade você vai, volta e fica lá por quanto tempo quiser. Visto de residência é algo que pode ser requerido por aposentados.

    estou tirando dupla cidadania por parte do meu avo , minha esta viva ja deu entrada e depois eu ! fica mais fácil ir para portugal

    Depois que sua mãe obtiver a nacionalidade dela, você obtém a sua. Obtida a nacionalidade você , caso deseje, pode se mudar para Portugal.

    abraços,

  • marcomarco 37 PontosPosts: 7Member

    obrigado !
    pela informação.

    CEGV
  • CEGVCEGV 3026 PontosPosts: 2,406Moderator

    @Tatiana, bem vinda !

    @Tatiana disse:
    Olá!

    Tenho uma situação bem específica e ficaria muito grata se pudessem me ajudar. Nasci no Brasil, moro em Nova Jersey, e minha nacionalidade Portuguesa saiu recentemente.

    Parabéns !

    Meu requerimento foi feito quando ainda era solteira, com meu nome de solteira. Desde então, me casei e mudei de nome. Porém, as leis Americanas não me permitiram manter somente um dos meus apelidos mais o do meu marido então entrei na justiça (em um processo separado) para mudar o meu nome de acordo com minha preferência. Isso é, mudei meu nome pois me casei mas não mudei meu nome da forma tradicional – meu certificado de casamento não diz meu novo nome legal (Diz primeiro nome + último nome do meu marido enquanto meu novo nome legal também inclui um dos meus últimos nomes.) Tenho um julgamento final assinado por um juiz Americano que me permitiu mudar meu nome legalmente.

    ok

    Como faço para me certificar de que Portugal tem a informação completa? Gostaria de reconhecer o meu casamento mas também mudar o meu nome de solteira para o meu nome de casada (que, como disse, não consta em minha certidão de casamento mas sim em um documento assinado por um juiz americano assim como em todos os meus documentos americanos.)

    Tatiana, a lei portuguesa proíbe que casamentos removam completamente o nome de família original da nubente. Então fique tranquila porque mesmo que você não informe isso durante a transcrição do seu casamento, seu sobrenome não ficará restrito ao sobrenome de família do seu marido.

    Note que sentenças judiciais não são normalmente aceitas livremente pelo IRN. Elas devem ser traduzidas e homologadas em tribunais portugueses antes de sua apresentação como documento ou prova em processo de nacionalidade e estes processos submetidos exclusivamente por advogados portugueses. O processo e decisão original devem ser traduzidos e apostilados e, posteriormente, enviados a Portugal para homologação da sentença.

    Outra dúvida: no momento, não tenho B.I ou cartão do cidadão pois gostaria de averbar o meu casamento antes mesmo de tirar o documento mas vejo no site do consulado Português em Newark que o B.I / cartão do cidadão é um documento necessário para registrar o casamento.

    só se você fizer através do consulado português da sua região. Se fizer direto em Portugal deixa de ser um requerimento.

    Isso significa que teria que teria que tirar o documento como solteira, com o nome de solteira, para então averbar o casamento e tirar o documento de novo?

    Pode tratar do seu casamento direto em Portugal. Inclusive sugiro que, inicialmente, apenas transcreva o casamento e não trate da mudança judicial do seu nome. Se necessário (o que entendo não será necessário), posteriormente, você entrará com o reconhecimento da sentença estrangeira.

    Alguém tem alguma idéia de como me certificar de que averbando o meu casamento meu nome é também mudado corretamente?

    Já expliquei esta parte.

    Abraços e ótima sorte.

  • TatianaTatiana 2 PontosPosts: 1Member

    muito obrigada pela resposta! Posso ver se entendi? Quer dizer então que devo averbar o meu casamento o que vai me deixar ainda com o meu nome de solteira em Portugal (dado que minha certidão de casamento consta meu primeiro nome + último nome do meu marido e isso ñ é permitido por lei...) E que, para mudar o meu nome para o meu nome legal americano e brasileiro (primeiro nome + um dos meus últimos nomes + último nome do meu marido) preciso de um processo separado e, talvez, ajuda de advogados? obrigada mais uma vez!

  • CEGVCEGV 3026 PontosPosts: 2,406Moderator

    @Tatiana disse:
    muito obrigada pela resposta! Posso ver se entendi?

    Quer dizer então que devo averbar Transcrever o meu casamento o que vai me deixar ainda com o meu nome de solteira em Portugal (dado que minha certidão de casamento consta meu primeiro nome + último nome do meu marido e isso ñ é permitido por lei...)

    Ou seu nome de solteira ou seu pré-nome + seu último Sobrenome de solteira + último Sobrenome de seu marido.

    E que, para mudar o meu nome para o meu nome legal americano e brasileiro (primeiro nome + um dos meus últimos nomes + último nome do meu marido) preciso de um processo separado e, talvez certamente, ajuda de advogados? obrigada mais uma vez!

    conforme acima.

    abraços,

  • dicãodicão 29 PontosPosts: 10Member

    @CEGV Seguirei em frente. Obrigado.

    CEGV
  • CEGVCEGV 3026 PontosPosts: 2,406Moderator
    editado junho 10

    @niapco disse:
    Boa Noite Pessoal.
    Enfim, É ou NÃO É necessário enviar a Certidão de Nascimento da esposa no processo de cidadania Portuguesa? Explico:
    Tenho da parte do meu avô os documentos necessários para montagem do processo, (é através dele que solicitarei a cidadania) mas ele se casou no Brasil, e da parte da minha avó, tenho a "Guia de Cemitério" ou obito que consta que ela Nasceu em Santos SP em 24/08/1888, já na habilitação do casamento de ambos consta que ela é Portuguesa!

    Se consta que ambos são portugueses na certidão de nascimento do seu pai (ou mãe), certamente perguntarão sobre a transcrição do casamento. A alternativa é você provar que o documento (certidão de nascimento do seu/sua pai/mãe) está errado.

    Tenho documentos da Casa do Imigrante em SP com registro da chegada dela com os pais em 03/04/1888 pelo vapor Graf Bismarck tinha na época então 2 anos de idade... ou seja, NÃO sei se ela é Brasileira, ou Portuguesa !!!! (Desencontro de dados e datas terriveis)

    Se aparece que ela chegou com os pais no vapor, ela deve ser portuguesa, a não ser que existam registros da entrada anterior (permanência e saída) dos pais dela anterior a data de chegada do Bismark. Neste caso as buscas devem ser focadas em Portugal.

    Já fiz todas as pesquisas que imaginarem em cartórios de Santos, Diocese de Santos, São Paulo, links, etc... etc.... etc... Já sem opção de buscas!!!!Não acho nada sobre o nascimento dela, então, a dúvida é essa, faço a averbação do casamento do meu avô em portugal, monto o processo e mando para a consevatoria assim mesmo???

    A alternativa pode ser, depois deste tempo todo de buscas, se render aos serviços especializados de busca ou nacionalidade. Especialistas em busca talvez encontrem o que você não conseguiu e serviços especializados têm acesso direto a conservatórias e conservadores onde poderão pessoalmente discutir seu caso com quem efetivamente decide sobre eles. Infelizmente não é algo que consigamos na base do "faça você mesmo" pois conservadores normalmente não atendem pessoalmente requerentes. Apenas advogados e solicitadores. O que aconselho é, nesses casos, não contratar ninguém de olhos vendados ou acreditar no primeiro que te disser que resolverá seu caso. Gente inescrupulosa e oportunista tem aos montões neste mercado.

    Ou realmente vai PRECISAR do nascimento da minha avó? e caso não encontre nada dela, é uma processo perdido? Nem devo começa-lo? Já não sei o que fazer mais......

    Como disse, se na certidão de nascimento do seu pai ou mãe estiver que sua avó era portuguesa, é norma usual pedir a transcrição do casamento.

    Precisando de orientações mais específicas, caso deseje, procure-me através do link abaixo. Tem casos que simplesmente não se resolvem sem ajuda especializada.
    https://portalcidadaniaportuguesa.com/forum/messages/add/CEGV

    Abraços e boa sorte

  • CEGVCEGV 3026 PontosPosts: 2,406Moderator

    @daydias, bem vinda

    @daydias disse:
    Boa tarde a todos,
    Já não sei o que fazer a respeito dessa busca pela certidão de batismo de meu bisavô. O ano em que ele nasceu é 1899, em Vila Real, Montalegre, Santo André, porém, os registros desse ano não constam no banco de dados de Vila Real. Já mandei vários e-mails pedindo para verificarem, mas nada adiantou.

    Algumas vezes você tem que ligar para as conservatórias para ver se os livros ainda estão em poder deles. Se estiverem, a boa nova é que nesses casos, quando o registro é encontrado, eles podem criar no registro civil português informatizado o assento de nascimento do seu bisavô. Com isso você pode, inclusive, solicitar a certidão via civilonline, mesmo tendo mais de 100 anos.

    Me informei que poderia ser possível "recriar" a certidão dele se eu conseguisse a dos pais/avós originais, mas não sei se é verdade.

    Amiga, nunca ouvi falar disso...

    Até agora eu encontrei a da mãe, apenas. Vi que todos os familiares deles nasceram em Santo André Vilar dos Perdizes, por´m, justamente a dele não existe. Cheguei a pensar que ele talvez tenha dado o ano errado de seu nascimento, mas, como, se a data aparece em vários lugares?

    Os cartórios, portugueses e brasileiros constantemente faziam registros com base em testemunho de terceiros. Fulano ia no cartório sem documentos e duas pessoas (amigas do Fulano) testemunhavam que ele, e os dados que ele informava, estavam corretos. Milhares (senão milhões) de casamentos e documentos foram feitos desta forma, em Portugal e no Brasil, inclusive para fazer cédulas de identidade e passaportes portugueses para emigrar para o Brasil. Eu mesmo já vi dezenas de casos, registrados nos Arquivos Distritais portugueses, nos documentos de habilitação para emissão de passaportes usados por emigrantes que estavam se dirigindo para o Brasil, no final do século XIX e começo do XX.

    Tenho bastante dados sobre ele e sobre sua chegada ao Brasil, porém, sem a certidão fica impossível de me tornar portuguesa. Há algo que eu possa fazer?

    @daydias , depende... Você sempre terá a possibilidade de procurar um especialista em buscas de documentos e buscas genealógicas. O desafio de buscar descendentes é arrebatadora e quando temos foco, resiliência e disponibilidade é uma experiência fabulosa, principalmente quando achamos o que ficamos procurando por dias, meses ou até mesmo anos. No entanto pode ser também uma alternativa você fazer uma busca por genealogistas e profissionais que fazem buscas profissionalmente. Muitos deles, inclusive, começaram na carreira pesquisando os dados de seus próprios familiares. Obviamente, depois de anos fazendo pesquisas, estes profissionais passam a ter uma cancha e experiência que uma pessoa começando agora não vai ter. O importante no caso de contratar profissionais é ter certeza absoluta da seriedade e competência deles. Isto só conversando com muitos clientes, buscando referências isoladas sobre os serviços prestados, conversando o máximo possível com estes profissionais e, também negociando bem os termos do trabalho e pagamento, tanto em caso de sucesso quanto de insucesso nas buscas.

    Vou te dar um exemplo, que aprendi em um curso sobre buscas documentais em Portugal que fiz e que aqueles que não são especializados normalmente não sabem:

    O Brasil, no final do século XIX e início do XX, enviava para a Europa diversos "representantes" cujo único objetivo era incentivar a emigração de cidadãos daqueles países para o Brasil, em uma época que já não existiam escravos para comprar e que os campos precisavam de muita mão de obra. As passagens muitas vezes eram pagas pelo governo brasileiro. Pois bem... não existiam tantos destes representantes assim e estes representantes "estacionavam", por algum tempo, em alguns lugares, em diversos países. São dados históricos que são conhecidos por especialistas que, na falta de detalhes específicos, podem avaliar (também) a época que o português veio inicialmente para o Brasil e, com bases em datas , navios, portos e desembarques, pode eventualmente identificar uma provável região de origem para um determinado imigrante. Claro, isto adicionalmente a outros muitos dados.

    Estou procurando paróquia-por-paróquia, na esperança de encontrar. Mas é desesperançoso não ter mais nenhuma pista sobre seus documentos. Já pensei em contratar pessoas que queiram buscar uma por uma, também, mas não conheço ninguém que se preste a isso.
    Há algo que eu possa fazer?

    Nós, que mexemos com isso todo santo dia conhecemos. Se quiser me procure privativamente, através do link abaixo, que conversamos sobre seu caso específico.
    https://portalcidadaniaportuguesa.com/forum/messages/add/CEGV

    aliás, já deu uma olhadinha na nossa categoria de busca de documentos ? Tem muita dica bacana lá.

    Muito obrigada aos que leram até aqui, mais ainda aos que puderem responder ao meu desabafo.

    A sua jornada está apenas começando... torço para que seja rápida e de excelentes resultados.

    abraços e aproveite nosso Portal,
    CEGV

  • juliaserrajuliaserra 0 PontosPosts: 1Member

    Olá pessoal, sou nova aqui no portal, e como todos em busca da cidadania portuguesa, meu avô era português, Atualmente vivo no Canadá com minha mãe, no próximo mês ela fará uma viagem a Portugal, gostaria de saber quais os documentos necessários, e também vi sobre esse apostilhamento, como não estou mais no Brasil como devo fazer ??

  • CEGVCEGV 3026 PontosPosts: 2,406Moderator

    Oi, @juliaserra , bem vinda !

    @juliaserra disse:
    Olá pessoal, sou nova aqui no portal, e como todos em busca da cidadania portuguesa, meu avô era português, Atualmente vivo no Canadá com minha mãe, no próximo mês ela fará uma viagem a Portugal, gostaria de saber quais os documentos necessários, e também vi sobre esse apostilhamento, como não estou mais no Brasil como devo fazer ??

    Julia, temos o tópico com link abaixo que tem a relação dos documentos necessários para processos de filhos (sua mãe)

    https://portalcidadaniaportuguesa.com/forum/discussion/28/atribuicao-1c-filhos-de-portugueses-menor-maior-documentos-e-para-onde-enviar/p1

    Julia, os documentos portugueses não precisam de apostilamento, assim como o requerimento de nacionalidade, que poderá ser autenticado/assinado em qualquer consulado ou embaixada portuguesa.

    O Apostilamento brasileiro será necessário na certidão de nascimento por cópia reprográfica de sua mãe. No entanto se o cartório onde ela foi registrada apostilar documentos, poderão fazer tudo de uma vez só e enviar para vocês no Canadá. Sua mãe poderá usar o passaporte dela como documento de identificação para o processo dela e apostilar uma cópia autenticada dele aí mesmo no Canadá.

    abraços e aproveite nosso Portal.

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.