Incentivamos a leitura do seguinte artigo, com link disponível aqui
Nossos colegas do Portupedia atualizaram a página de cálculo dos Valores de Vales Postais
clique aqui para visitá-la

TRANSCRIÇÃO DE CASAMENTO E ÓBITO - ATRIBUIÇÃO PARA NETOS

TahenaTahena 7 PontosMember Posts: 5

Boa noite. Estou com uma dúvida. No caso de neto de portugueses, com pais e avós já falecidos, precisa fazer a transcrição de casamento e óbito de todos ou somente do português? O filho do português se divorciou, mas o filho já era maior.Influencia em algo? E para as transcrições precisa de cópias em inteiro teor ou reprográficas? Obrigada pela atenção!!

Comentários

  • CEGVCEGV 4041 PontosModerator Posts: 3,209
    editado fevereiro 5

    @Tahena disse:
    Boa noite. Estou com uma dúvida. No caso de neto de portugueses, com pais e avós já falecidos, precisa fazer a transcrição de casamento e óbito de todos ou somente do português? O filho do português se divorciou, mas o filho já era maior.Influencia em algo? E para as transcrições precisa de cópias em inteiro teor ou reprográficas? Obrigada pela atenção!!

    Tahena, bem vinda.

    Transcrições são feitas apenas de portugueses. Desta forma, quando o pai ou mãe, filho(a) do/da/dos português(es) já faleceram e não obtiveram a nacionalidade portuguesa, não haverá forma de transcrever o casamento (de filhos de portugueses que não obtiveram a nacionalidade portuguesa).

    Para processos de nacionalidade que são submetidos e tramitados em Portugal, normalmente não há necessidade de transcrição do óbito. Isto é comum apenas quando processos são feitos nos consulados.

    Tahena, você disparou diversas perguntas avulsas como se fossem de respostas diretas. Algumas não são... cada caso é um caso. Caso você queira minha/nossa ajuda, é melhor contar seu caso, situação e lhe orientamos da melhor forma possível. Outra ótima alternativa é seguir para os tópicos específicos de netos e transcrição e fazer suas perguntas lá ou dar uma lida com atenção no início de cada um desses tópicos, onde colocamos os nossos guias e todas as informações importantes.

    Importante: Não há necessidade de informar dados pessoais nas suas perguntas.

    abraços e aproveite nosso portal.

    Tahenanorielto
  • TahenaTahena 7 PontosMember Posts: 5

    @CEGV disse:

    @Tahena disse:
    Boa noite. Estou com uma dúvida. No caso de neto de portugueses, com pais e avós já falecidos, precisa fazer a transcrição de casamento e óbito de todos ou somente do português? O filho do português se divorciou, mas o filho já era maior.Influencia em algo? E para as transcrições precisa de cópias em inteiro teor ou reprográficas? Obrigada pela atenção!!

    Tahena, bem vinda.

    Transcrições são feitas apenas de portugueses. Desta forma, quando o pai ou mãe, filho(a) do/da/dos português(es) já faleceram e não obtiveram a nacionalidade portuguesa, não haverá forma de transcrever o casamento (de filhos de portugueses que não obtiveram a nacionalidade portuguesa).

    Para processos de nacionalidade que são submetidos e tramitados em Portugal, normalmente não há necessidade de transcrição do óbito. Isto é comum apenas quando processos são feitos nos consulados.

    Tahena, você disparou diversas perguntas avulsas como se fossem de respostas diretas. Algumas não são... cada caso é um caso. Caso você queira minha/nossa ajuda, é melhor contar seu caso, situação e lhe orientamos da melhor forma possível. Outra ótima alternativa é seguir para os tópicos específicos de netos e transcrição e fazer suas perguntas lá ou dar uma lida com atenção no início de cada um desses tópicos, onde colocamos os nossos guias e todas as informações importantes.

    Importante: Não há necessidade de informar dados pessoais nas suas perguntas.

    abraços e aproveite nosso portal.

    Muito obrigada pela atenção! O caso é o seguinte: A minha cunhada é neta de portugueses, porém o pai dela já é falecido. Os avós casaram no Brasil, mas nunca foi feita a transcrição do casamento ou óbito deles. Ela quer pleitear o reconhecimento e me pediu ajuda, pois estou morando em Braga, vim fazer Mestrado aqui. Por isso estou tentando ver tudo certo para ajudá-la ao invés de piorar. Eu sei que para dar a entrada no pedido ela terá que fazer uma procuração para mim, certo? Mas entendo que é necessário, antes de fazer o pedido de atribuição, precisa também fazer a transcrição, no caso do casamento dos avós, pelo que entendi. Após feita a transcrição é que pode fazer o pedido, correto? E caso ela tenha o pedido negado, recorre por meio judicial ou ainda é por meio administrativo? Obrigada mais uma vez! Abraços.

  • TahenaTahena 7 PontosMember Posts: 5

    Ah! Mais uma dúvida...a procuração é por instrumento público, ou simples com assinatura por verdadeira?

  • CEGVCEGV 4041 PontosModerator Posts: 3,209
    editado fevereiro 8

    Oi, @Tahena !

    Muito obrigada pela atenção! O caso é o seguinte: A minha cunhada é neta de portugueses, porém o pai dela já é falecido.

    Então o processo dela é de atribuição de netos

    Os avós casaram no Brasil, mas nunca foi feita a transcrição do casamento ou óbito deles.

    Não há necessidade de transcrição do óbito se ela fizer o processo em Portugal. Apenas do Casamento dos avós. Ela, como neta pode requerer a transcrição. (veja tópico sobre transcrição em Ponta Delgada)

    Ela quer pleitear o reconhecimento e me pediu ajuda, pois estou morando em Braga,

    Não é "reconhecimento". Ela quer requerer a cidadania como neta.

    ...vim fazer Mestrado aqui. Por isso estou tentando ver tudo certo para ajudá-la ao invés de piorar. Eu sei que para dar a entrada no pedido ela terá que fazer uma procuração para mim, certo?

    Se você não é advogada nem parente dela, talvez a procuração não seja aceita. A Ordem dos Advogados de Portugal está "batendo" muito no IRN sobre esses casos. Só quem pode ser procurador nesses tipos de processo é Advogado português ou "Solicitador" (é como se fosse um advogado tecnólogo).

    ...Mas entendo que é necessário, antes de fazer o pedido de atribuição, precisa também fazer a transcrição, no caso do casamento dos avós, pelo que entendi.

    Correto

    Após feita a transcrição é que pode fazer o pedido, correto?

    Não... dê uma olhada nos nossos tópicos de Atribuição de netos. Ela precisará demonstrar os famosos "Laços Efetivos" (não são afetivos) com a comunidade portuguesa. (temos tópico também sobre isso)

    ..E caso ela tenha o pedido negado, recorre por meio judicial ou ainda é por meio administrativo?

    Primeiro Administrativamente e depois, se indeferido, precisará constituir advogado e submeter recurso em um Tribunal de Relação em Portugal

    Ah! Mais uma dúvida...a procuração é por instrumento público, ou simples com assinatura por verdadeira?

    Reconhecimento de firma por autenticidade. Se você for advogada, inscrita na OA/PT, não precisa de autenticação alguma. Advogado em Portugal tem "fé pública".

    Sugestão: Indique nosso Portal a sua amiga... ajudamos ela e explicamos diretamente os passos que ela terá que seguir. Se lembra do "telefone sem fio" ? É algo que aqui tentamos evitar.

    Parabéns pela postura voluntariosa !

    Grande Abraço,

    norielto
  • TahenaTahena 7 PontosMember Posts: 5

    Muitíssimo obrigada! Sou advogada mas no BR, aqui só estudando mesmo. E ela já foi enganada por 2 pessoas por isso que queria ajudar, sabe? Ela não entende e por isso pediu ajuda. Eu entendo somente da cidadania italiana, pois fiz a minha (por isso disse reconhecimento rsrs), mas a portuguesa não. A ajuda de vcs foi muito válida!!! Obrigada mais uma vez!

  • LarissaLarissa 12 PontosMember Posts: 3

    Boa tarde.
    Descobri pedindo uma certidão negativa de naturalização brasileira que meu pai, nascido em Portugal, pediu a naturalização brasileira, sendo agora ele, brasileiro natural de Portugal.
    Aconteceu isto com alguém aqui do fórum?
    Na certidão de casamento dele consta, brasileiro , natural de Portugal. Será que no momento de eu pedir a transcrição de casamento dele e depois quando eu for pedir a minha atribuição portuguesa, terei dificuldade em ser aceito o meu processo?

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.