Incentivamos a leitura do seguinte artigo, com link disponível aqui
Com o fim do Horário de verão, Portugal está apenas 3 horas na frente do horário oficial brasileiro

Nossos colegas do Portupedia atualizaram a página de cálculo dos Valores de Vales Postais
clique aqui para visitá-la

Atribuição 1C - Filhos de Portugueses (Menor/Maior) - Documentos e para onde enviar

15678911»

Comentários

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @JuMauricio disse:
    Boa noite! Podem me ajudar com uma dúvida, vou enviar cópia da minha CNH, no formulário 1C deve ser preenchido o num da CNH ou do RG (q tb consta na CNH)?

    Sempre Número do RG quando enviada a CNH. A CNH só serve de máscara para a Identidade.

    JuMauricio
  • AsferjuniorAsferjunior 519 PontosMember Posts: 94

    Bom dia ,confrades!

    Nas certidões de nascimento:
    -um cartório reconhecer a firma do tabelião por sinal público;
    -outro cartório reconheceu de outro tabelião (outra certidão)por semelhança.

    Alguém sabe me dizer se tem o mesmo valor em Portugal ou corro o risco de cair em exigência?

    Grato e abcs!

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @Asferjunior disse:
    Bom dia ,confrades!
    Nas certidões de nascimento:
    -um cartório reconhecer a firma do tabelião por sinal público;
    -outro cartório reconheceu de outro tabelião (outra certidão)por semelhança.
    Alguém sabe me dizer se tem o mesmo valor em Portugal ou corro o risco de cair em exigência?

    Asfer, entendo que os casos são semelhantes e o efeito idêntico. Ou seja, procedimentos diferentes com resultado semelhante.

    O foco das certidões de nascimento deve ser no APOSTILAMENTO.
    Sendo realizado o apostilamento o IRN aceita o documento pois recairá sobre o cartório que apostilou a responsabilidade pela validade do documento e elementos necessários para comprovar a validade da certidão.

    abraços,

    Asferjunior
  • AsferjuniorAsferjunior 519 PontosMember Posts: 94

    CEGV, grato pela costumeira atenção sempre dada!

    Abcs

    CEGV
  • NovoTugaNovoTuga 296 PontosMember Posts: 42

    @CEGV, aproveitando o gancho... Eu sempre enviei nos processos da minha família certidões brasileiras com reconhecimento do sinal público mas... Agora que a convolação do meu pai saiu e que já enviei meu requerimento 1C estou preparando para enviar o art. 3 da minha mãe, pois já são casados desde 2001.

    Vamos a questão: A certidão dela é de uma cidadezinha minúscula em Minas Gerais, e o cartório de lá nos mandou por correio, mas eles não fazem o reconhecimento de sinal público lá. Para fazê-lo precisaria enviar por correio para um cartório de ofício de notas mineiro e isso vai dar um trabalhão... Já ouvi falar algumas vezes que esse negócio de reconhecimento de sinal público não é necessário. Então, acha que podemos mandar esta certidão apenas apostilada, sem o selo do sinal público?

    Muito obrigado e forte abraço!

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @NovoTuga disse:
    @CEGV, aproveitando o gancho... Eu sempre enviei nos processos da minha família certidões brasileiras com reconhecimento do sinal público mas... Agora que a convolação do meu pai saiu e que já enviei meu requerimento 1C estou preparando para enviar o art. 3 da minha mãe, pois já são casados desde 2001.
    Vamos a questão: A certidão dela é de uma cidadezinha minúscula em Minas Gerais, e o cartório de lá nos mandou por correio, mas eles não fazem o reconhecimento de sinal público lá. Para fazê-lo precisaria enviar por correio para um cartório de ofício de notas mineiro e isso vai dar um trabalhão... Já ouvi falar algumas vezes que esse negócio de reconhecimento de sinal público não é necessário. Então, acha que podemos mandar esta certidão apenas apostilada, sem o selo do sinal público?

    @NovoTuga, quem faz o sinal público é o "outro" cartório. Sinal público é a forma que um segundo cartório tem de autenticar que quem assinou o documento ou certidão no cartório de origem foi realmente um notário habilitado e registrado. É a autenticação da capacidade de representação notarial de uma pessoa e não uma autenticação da assinatura daquela pessoa (CPF) especificamente.

    Dito isto, existem algumas formas diferentes de "validar" o "sinal público" de um notário. Normalmente é comum perguntar "onde" aquele notário (do cartório de origem) tem seu sinal público registrado na cidade onde será feita o apostilamento. Pode-se também, sabendo onde o apostilamento será realizado, pedir para o cartório de origem enviar o sinal público do notário para aquele cartório. Também existem, já a algum tempo, soluções tecnológicas usadas por milhares de cartórios que permitem a consulta online das fichas de assinatura (Sinal Público) de milhares de cartórios. Enfim... são diversas soluções mas, como digo muito constantemente, se o cartório de destino apostilou, você não tem mais qualquer preocupação pois a rigor o documento só é apostilado com algum tipo de autenticação da veracidade da certidão. Se te perguntarem sobre o sinal público, antes do apostilamento, o ideal é dizer sim.

    Mas, sinceramente, em mais de 6 anos lidando com Cidadania NUNCA vi um documento ser devolvido ou recusado por falta do sinal público. Se o cartório que apostilou não fez o sinal público, por qualquer motivo, eles se tornaram responsáveis pela fidedignidade do documento apostilado. Importante ressaltar que se o documento é emitido e apostilado no mesmo cartório, a rigor não há motivos (outros que puramente lucro) para o documento precisar de sinal público.

    Já que estamos no assunto, o mesmo se diz sobre a assinatura de um notário ou tabelião em certidões. Certidões hoje são impressas em papel moeda, têm selos dos Tribunais de Justiça dos estados, números únicos que (em teoria) podem ser conferidos eletronicamente e outros elementos comuns de segurança. Então não é incomum ver certidões sem assinaturas e autenticações de notários / tabeliães.

    Abraços,

  • jjoe123jjoe123 31 PontosMember Posts: 7

    Acabei de receber minha cidadania. Quero comprar um para meus filhos (6 meses, 3 anos, 6 anos). Quanto tempo dura o processo (registrando o casamento e obtendo as aprovações)?

    Qual é o tempo de espera para registrar minha esposa (depois que os filhos receberem a nacionalidade)?

    CEGV
  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @jjoe123 disse:
    Acabei de receber minha cidadania. Quero comprar um para meus filhos (6 meses, 3 anos, 6 anos). Quanto tempo dura o processo (registrando o casamento e obtendo as aprovações)?

    Se seu processo foi de filho (atribuição), você tem 2 oportunidades para fazer sozinho:
    1) Transcrever seu casamento e enviar os processos deles para Tondela onde têm algum tipo de celeridade (2 meses em média) mas terá que aguardar o fim da transcrição.

    2) Sem transcrição enviar processos deles para o ACP onde leva em média 5 meses. ACP não dá aparente celeridade a processos de menores.

    Se estiver com muita pressa, converse privativamente comigo. Tem uma pessoa que orientei que conseguiu sua atribuição em tempo recorde.

    Qual é o tempo de espera para registrar minha esposa (depois que os filhos receberem a nacionalidade)?

    Depois de transcrito seu casamento e pelo menos 1 dos seus filhos já com processo concluído, enviar o processo da sua esposa para a CRCentrais. Leva de 14 a 18 meses, em média.

    abraços,

  • fabioflorianofabiofloriano 277 PontosNoConversation Posts: 60

    "@CEGV, Boa Tarde> @CEGV disse:

    @jjoe123 disse:
    ..........

    Se seu processo foi de filho (atribuição), você tem 2 oportunidades para fazer sozinho:
    1) Transcrever seu casamento e enviar os processos deles para Tondela onde têm algum tipo de celeridade (2 meses em média) mas terá que aguardar o fim da transcrição.

    2) Sem transcrição enviar processos deles para o ACP onde leva em média 5 meses. ACP não dá aparente celeridade a processos de menores."

    Boa tarde @CEGV, Afinal no momento para menores melhor é Tondela.
    Abs,

  • jjoe123jjoe123 31 PontosMember Posts: 7

    Apenas para ter certeza de que entendi, o processo para um menor (registrar a certidão de casamento + obter todas as aprovações) leva cerca de 5-6 meses?
    É bom saber que podemos acelerar se eu lhe enviar uma mensagem.

    Então outros 14 a 18 meses para minha esposa?

    Então, no total ~ 2 anos para terminar o processo?

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309
    editado setembro 14

    @jjoe123 disse:
    Apenas para ter certeza de que entendi, o processo para um menor (registrar a certidão de casamento + obter todas as aprovações) leva cerca de 5-6 meses?
    É bom saber que podemos acelerar se eu lhe enviar uma mensagem.
    Então outros 14 a 18 meses para minha esposa?
    Então, no total ~ 2 anos para terminar o processo?

    @jjoe123 , isso fazendo sozinho é mais ou menos isso.
    3 a 4 meses PD
    2 meses Tondela
    14 a 18 meses sua esposa.

    Então, para sua esposa, será pouco mais de 2 anos.
    Para seus Filhos uns 5 a 6 meses

    Como sempre falo, existem opções mais rápidas, com ajuda especializada, mas isto gera um custo extra. Hoje dei a boa notícia a um mentorado meu que conseguiu a atribuição dele, sem pedido de urgência, em pouco mais de uma semana. Foi um prazo excepcional mas como já disse em artigos e publicações minhas, estes prazos "especiais" variam semanalmente, só se consegue com muito trabalho de pesquisa de campo (para saber exatamente onde colocar o processo), condições excepcionais da documentação a ser apresentada e, claro, pessoal especializado aqui no Brasil e lá em Portugal trabalhando realmente com afinco pelos interesses do requerente.

    Abraços,

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @fabiofloriano disse:
    Boa tarde @CEGV, Afinal no momento para menores melhor é Tondela.

    Quando a transcrição já está realizada, sim.

    abraços,

    fabioflorianofelipesilveira
  • felipesilveirafelipesilveira 2 PontosMember Posts: 1

    Prezados, alguém me ajuda com uma informação sobre o registro de batismo?

    Tenho o Assento de Batismo de meu avô, nº XX de 1899, de Porto Moniz. O Arquivo Regional da Madeira oferece o livro digitalizado - com selo da ABM no canto direito inferior-, e contém a averbação do óbito, data tal, em Santos,SP, de Reg nº XX de 2009, da Conservatória de Porto Moniz.

    Casou-se com outra portuguesa, em Portugal, que consta no registro da ABM, e ainda, desfeito por óbito do cônjuge, em data tal, Santos,SP, de registro nº XX/2009 de Porto Moniz. Averbado.

    Minha tia avó tirou a cidadania por atribuição, mais ou menos na data do Registro XX, em 2009. Fez por consulado, pois transcreveu-se casamento e óbito. O assento acredito que já esteja informatizado.

    1. Imagino que o assento esteja informatizado pelo número XX/2009 de Porto Moniz, correto? Não preencho com o Assento de Batismo de 1899 do livro digitalizado, e sim com esse registro lançado na data de 2009.

    2. Tenho cópias (xerox) dos seguintes documentos: certidão de casamento original; bilhete de identidade de ambos portugueses; anotação das moradas, autorização para viagem ao Brasil do marido à esposa; também registrada a viagem e passaporto na ABM.

    Preencho o formulário 1C com o número informatizado e mando também fotocópias dos documentos? Todos batem.

    1. Minha avó tem 80 (oitenta) anos, agendei no consulado a prova de vida, não vou arriscar, a cópia simples do documento de assinatura presencial serve? Não precisa esperar chegar a certificada pelo Correio, né?

    Com os melhores cumprimentos,
    Espero também colaborar.

    Felipe Augusto Bruço Silveira.

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @felipesilveira disse:
    Prezados, alguém me ajuda com uma informação sobre o registro de batismo?
    Tenho o Assento de Batismo de meu avô, nº XX de 1899, de Porto Moniz. O Arquivo Regional da Madeira oferece o livro digitalizado - com selo da ABM no canto direito inferior-, e contém a averbação do óbito, data tal, em Santos,SP, de Reg nº XX de 2009, da Conservatória de Porto Moniz.
    Casou-se com outra portuguesa, em Portugal, que consta no registro da ABM, e ainda, desfeito por óbito do cônjuge, em data tal, Santos,SP, de registro nº XX/2009 de Porto Moniz. Averbado.
    Minha tia avó tirou a cidadania por atribuição, mais ou menos na data do Registro XX, em 2009. Fez por consulado, pois transcreveu-se casamento e óbito. O assento acredito que já esteja informatizado.
    1. Imagino que o assento esteja informatizado pelo número XX/2009 de Porto Moniz, correto? Não preencho com o Assento de Batismo de 1899 do livro digitalizado, e sim com esse registro lançado na data de 2009.

    Correto

    1. Tenho cópias (xerox) dos seguintes documentos: certidão de casamento original; bilhete de identidade de ambos portugueses; anotação das moradas, autorização para viagem ao Brasil do marido à esposa; também registrada a viagem e passaporto na ABM.
      Preencho o formulário 1C com o número informatizado e mando também fotocópias dos documentos? Todos batem.

    Somente envie a cópia simples do assento português informatizado do pai (português) da requerente

    1. Minha avó tem 80 (oitenta) anos, agendei no consulado a prova de vida, não vou arriscar, a cópia simples do documento de assinatura presencial serve? Não precisa esperar chegar a certificada pelo Correio, né?

    Prova de vida só serve quando requerida. A assinatura presencial do requerimento de nacionalidade, por ser realizada por autenticidade, já é uma prova de vida.

    abraços e ótima sorte.

    felipesilveirafabiofloriano
  • marianareis_05marianareis_05 69 PontosMember Posts: 10

    Bom dia! É com prazer que depois de quase 4 anos de ter iniciado o processo de aquisição para netos do meu pai e quase 2 anos do processo de atribuição para netos do meu pai, hoje oficialmente recebi o e-mail da CRCentrais informando que o processo dele foi concluído.

    Agora iniciarei o meu e o da minha irmã como filhas.

    Eu estou com algumas dúvidas:

    1) O formulário 1C precisa ser apostilado?

    2) É preciso enviar a certidão de nascimento em inteiro teor do interessado + apostilamento ou só a certidão de nascimento por cópia reprografica + apostilamento?

    3) No caso o meu pai é o português e ele quem nos registrou logo após os nossos nascimentos. Eu preciso enviar a certidão de nascimento da minha mãe (brasileira)?

  • MMacMMac 312 PontosMember Posts: 114

    @marianareis_05 disse:
    Bom dia! É com prazer que depois de quase 4 anos de ter iniciado o processo de aquisição para netos do meu pai e quase 2 anos do processo de atribuição para netos do meu pai, hoje oficialmente recebi o e-mail da CRCentrais informando que o processo dele foi concluído.

    Agora iniciarei o meu e o da minha irmã como filhas.

    Eu estou com algumas dúvidas:

    1) O formulário 1C precisa ser apostilado?

    2) É preciso enviar a certidão de nascimento em inteiro teor do interessado + apostilamento ou só a certidão de nascimento por cópia reprografica + apostilamento?

    3) No caso o meu pai é o português e ele quem nos registrou logo após os nossos nascimentos. Eu preciso enviar a certidão de nascimento da minha mãe (brasileira)?

    Pelas informações que tenho, o Formulário 1C não precisa ser apostolado, mas a assinatura deve ser reconhecida presencialmente no cartório. A certidão de nascimento deve ser de inteiro teor reprográfica e apostilada.

    marianareis_05
  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @marianareis_05 disse:
    Bom dia! É com prazer que depois de quase 4 anos de ter iniciado o processo de aquisição para netos do meu pai e quase 2 anos do processo de atribuição para netos do meu pai, hoje oficialmente recebi o e-mail da CRCentrais informando que o processo dele foi concluído.
    Agora iniciarei o meu e o da minha irmã como filhas.
    Eu estou com algumas dúvidas:
    1) O formulário 1C precisa ser apostilado?

    Definitivamente NÃO !

    2) É preciso enviar a certidão de nascimento em inteiro teor do interessado + apostilamento ou só a certidão de nascimento por cópia reprografica + apostilamento?

    Somente Certidão de Nascimento reprográfica do(a) filho(a) do(a) português(a), apostilada.

    3) No caso o meu pai é o português e ele quem nos registrou logo após os nossos nascimentos. Eu preciso enviar a certidão de nascimento da minha mãe (brasileira)?

    O casamento já foi transcrito ? Se você pretende enviar para o ACP e seu pai (português) foi o declarante de seu nascimento, pode evitar a transcrição, se ainda não tiver feito.

    abraços,

    marianareis_05
  • marianareis_05marianareis_05 69 PontosMember Posts: 10

    Muito obrigada @CEGV!

    Estou com mais uma dúvida. Posso usar a CNH ao invés do RG como o documento de identificação?

    CEGV
  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @marianareis_05 disse:
    Muito obrigada @CEGV!

    Estou com mais uma dúvida. Posso usar a CNH ao invés do RG como o documento de identificação?

    Se for enviar para o ACP, pode. Mas lembre que o número de identificação que deve ser informado no requerimento é o do RG (identidade), que também está lá na CNH. Não informe o número da carteira de motorista no requerimento.

    abraços,

  • marianareis_05marianareis_05 69 PontosMember Posts: 10

    @CEGV obrigada! Verifiquei em um exemplo de certidão de nascimento por cópia reprografica tem o xerox da certidão de nascimento original no verso do documento e na frente consta a palavra reprografica. É necessário constar a palavra reprografica na frente? O cartório está se recusando a colocar.

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309
    editado setembro 19

    @marianareis_05 disse:
    @CEGV obrigada! Verifiquei em um exemplo de certidão de nascimento por cópia reprografica tem o xerox da certidão de nascimento original no verso do documento e na frente consta a palavra reprografica. É necessário constar a palavra reprografica na frente? O cartório está se recusando a colocar.

    Não... o importante é o formato, não a palavra que está na frente. Certamente se não colocarem "Reprográfica" colocarão "Inteiro Teor". Reprográfica é a forma com que a certidão é emitida, não especificamente o nome formal da certidão. O termo formal correto é Certidão de inteiro teor (emitida por meio reprográfico). Como existem dois tipo de certidão de inteiro teor (reprográfica e narrativa) é importante mencionar direito no cartório para não emitirem a certidão inadequada.

    abraços,

    marianareis_05
  • marianareis_05marianareis_05 69 PontosMember Posts: 10

    @CEGV disse:

    @marianareis_05 disse:
    Muito obrigada @CEGV!

    Estou com mais uma dúvida. Posso usar a CNH ao invés do RG como o documento de identificação?

    Se for enviar para o ACP, pode. Mas lembre que o número de identificação que deve ser informado no requerimento é o do RG (identidade), que também está lá na CNH. Não informe o número da carteira de motorista no requerimento.

    abraços,

    Eu achei um RG meu emitido em 17/12/2010. Posso usá-lo?

    CEGV
  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @marianareis_05, entendo que sim.. tem menos de 10 anos de emitido.

    abraços

  • marcomarco 90 PontosSuspended Posts: 19

    Bom dia !
    Ola pessoal, tire uma duvida precisa reconhecer firma do escrevente quando e pedido a certidão de interior teor ?

  • MMacMMac 312 PontosMember Posts: 114

    @marco disse:
    Bom dia !
    Ola pessoal, tire uma duvida precisa reconhecer firma do escrevente quando e pedido a certidão de interior teor ?

    Isso se dá na Apostila de Haia. Um tabelião credenciado menciona o documento apostilado (certidão de nascimento ) e reconhece a assinatura do tabelião que assina bem como a validade do selo.

    CEGV
  • marcomarco 90 PontosSuspended Posts: 19

    Obrigado

  • fabioclfabiocl 18 PontosMember Posts: 6

    Boa tarde amigos,
    Tem problema se a cópia do RG for em preto e branco? Ou é obrigatório que seja impressa colorida?

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @fabiocl disse:
    Boa tarde amigos,
    Tem problema se a cópia do RG for em preto e branco? Ou é obrigatório que seja impressa colorida?

    Não. P&B é aceito. Mas a qualidade da cópia tem que ser boa o suficiente para não dar trabalho ao oficial/conservador que analisará seus documentos. Só isso.

    Algumas vezes uma cópia Preto e Branca de uma copiadora é melhor que uma cópia colorida de uma impressora de jato de tinta. Como disse anteriormente o importante é a qualidade da impressão para facilitar a leitura de quem nunca viu seus dados antes.

    abraços,

  • MMacMMac 312 PontosMember Posts: 114

    Apesar da alegada greve, a Linha de Registos está atendendo hoje. Recebi minha senha para acompanhar meu processo recebido no ACP em 28 de agosto.

    CEGVMalu
  • marcelo_12mesesmarcelo_12meses 796 PontosMember Posts: 176

    @CEGV disse:

    @Fernanda_Andrade27 disse:
    Já enviaram mais de um processo por envelope?

    É procedimento comum. Basta colocar cada processo em um envelope, Escrever algo como "Processo de Atribuição (ou Aquisição, ou transcrição)" na frente de cada envelope e o nome do requerente. Não tem regra... somente para separar um processo do outro. Já ouvi até sugestões para grampear o processo para separá-lo mas, pessoalmente, prefiro um envelope à parte pois é mais organizado e passa a existir uma divisão física entre eles.

    Pessoal, separando os dois processos em dois envelopes pardos distintos, acolhendo os impressos em plásticos, cada envelope pardo discriminando o requerente e a forma do pedido por fora, ao final todos eles dentro de um envelope maior, que será entregue à DHL.

    Ao acomodar os impressos, grampeia-se os, ou não?

    CEGV
  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @marcelo_12meses disse:
    Ao acomodar os impressos, grampeia-se os, ou não?

    não precisa, amigo Marcelo !
    abraços e ótima sorte !

    marcelo_12meses
  • marcelo_12mesesmarcelo_12meses 796 PontosMember Posts: 176

    @CEGV disse:
    não precisa, amigo Marcelo !
    abraços e ótima sorte !

    Meus mais sinceros cumprimentos, CEGV!!!

    Dedicação, paciência, determinação, sabedoria, humildade, ...

    CEGVMalu
  • SilasforaSilasfora 230 PontosMember Posts: 41

    Boa tarde, pessoal! Enviei o processo dos meus dois filhos para o Arquivo Central do Porto. Mandei de DHL na quinta-feira passada a tarde e já receberam lá (02 dias úteis, praticamente). Fiquei impressionada com a eficiência da DHL. Agora eu queria saber se eles também mandam a numeração pelo e-mail, assim como a CRCentrais. E, caso positivo, normalmente com quanto tempo eles fazem isso. Alguém saberia informar? Como mandei dois processos (em envelopes separados), dentro de um único envelope da DHL, fico com medo que percam um. Então só vou ficar sossegada quando tiver dois números de processos para acompanhar :)

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @Silasfora disse:
    Boa tarde, pessoal! Enviei o processo dos meus dois filhos para o Arquivo Central do Porto. Mandei de DHL na quinta-feira passada a tarde e já receberam lá (02 dias úteis, praticamente). Fiquei impressionada com a eficiência da DHL. Agora eu queria saber se eles também mandam a numeração pelo e-mail, assim como a CRCentrais.

    Não mandam.

    E, caso positivo, normalmente com quanto tempo eles fazem isso. Alguém saberia informar? Como mandei dois processos (em envelopes separados), dentro de um único envelope da DHL, fico com medo que percam um.

    não perdem. Pode ficar tranquila

    Então só vou ficar sossegada quando tiver dois números de processos para acompanhar :)

    depois de uns 30 a 45 dias os processos já estarão numerado. Aí basta seguir os passos que indicamos no tópico abaixo

    https://portalcidadaniaportuguesa.com/forum/discussion/306/como-acompanhar-processos-de-nacionalidade-portuguesa/p1

    abraços e boa sorte

  • SilasforaSilasfora 230 PontosMember Posts: 41

    @CEGV disse:

    @Silasfora disse:
    Boa tarde, pessoal! Enviei o processo dos meus dois filhos para o Arquivo Central do Porto. Mandei de DHL na quinta-feira passada a tarde e já receberam lá (02 dias úteis, praticamente). Fiquei impressionada com a eficiência da DHL. Agora eu queria saber se eles também mandam a numeração pelo e-mail, assim como a CRCentrais.

    Não mandam.

    E, caso positivo, normalmente com quanto tempo eles fazem isso. Alguém saberia informar? Como mandei dois processos (em envelopes separados), dentro de um único envelope da DHL, fico com medo que percam um.

    não perdem. Pode ficar tranquila

    Então só vou ficar sossegada quando tiver dois números de processos para acompanhar :)

    depois de uns 30 a 45 dias os processos já estarão numerado. Aí basta seguir os passos que indicamos no tópico abaixo

    https://portalcidadaniaportuguesa.com/forum/discussion/306/como-acompanhar-processos-de-nacionalidade-portuguesa/p1

    abraços e boa sorte

    @CEGV , só tem você! Muito obrigada pela pronta resposta. Aguardarei pacientemente por mais esta fase desta saga....

    CEGV
  • laislaravlaislarav 24 PontosMember Posts: 5

    Olá, pessoal.


    Fiz a transcrição de casamento dos meus pais + o cartão cidadão de minha mãe através do consulado de SP e parecia ter chegado tudo conforme solicitado. Porém, revendo a documentação notei que não veio nenhum documento referente a transcrição de casamento dela. 

    Entrei em contato com o consulado e consegui o número da transcrição dela. Eles informaram que recebi uma cópia, mas de fato não encontrei. No site do IRN li que eles pedem uma prova da transcrição de casamento. Estou para enviar o meu processo para a ACP.

    Aí surgiu a dúvida:
    1. Preciso da cópia da transcrição de casamento dos meus pais ou serviria uma carta informando que ela foi feita e o número dela?

    
2. Meu pai é brasileiro e minha mãe portuguesa por atribuição, tendo o casamento deles já transcritos, preciso enviar a certidão de nascimento do meu pai? Pelo que li aqui não, mas gostaria de confirmar pois enviei a certidão dos cônjuges brasileiros nos processos de cidadania da minha avó e de minha mãe e por coincidência ambos deram certo. Fiquei com receio de faltar algo agora.



    Obrigada.

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    Oi @laislarav, bem vinda

    @laislarav disse:
    Olá, pessoal.


    Fiz a transcrição de casamento dos meus pais + o cartão cidadão de minha mãe através do consulado de SP e parecia ter chegado tudo conforme solicitado. Porém, revendo a documentação notei que não veio nenhum documento referente a transcrição de casamento dela. 

    Entrei em contato com o consulado e consegui o número da transcrição dela. Eles informaram que recebi uma cópia, mas de fato não encontrei. No site do IRN li que eles pedem uma prova da transcrição de casamento. Estou para enviar o meu processo para a ACP.

    1) No assento de nascimento português da sua mãe já existe o averbamento do casamento de seus pais mas é sempre bom ter uma cópia dos documentos. A certidão de casamento portuguesa você pode emitir no consulado ou pedir no site CivilOnline.

    Aí surgiu a dúvida:
    1. Preciso da cópia da transcrição de casamento dos meus pais ou serviria uma carta informando que ela foi feita e o número dela?

    Para anexar na sua Atribuição ? Não.

    
2. Meu pai é brasileiro e minha mãe portuguesa por atribuição, tendo o casamento deles já transcritos, preciso enviar a certidão de nascimento do meu pai?

    Na sua atribuição ? Não

    Pelo que li aqui não, mas gostaria de confirmar pois enviei a certidão dos cônjuges brasileiros nos processos de cidadania da minha avó e de minha mãe e por coincidência ambos deram certo. Fiquei com receio de faltar algo agora.



    abraços e aproveite nosso Portal,

    laislarav
  • laislaravlaislarav 24 PontosMember Posts: 5

    Olá @CEGV agradeço a recepção e resposta.

    CEGV
  • larissa_larissa_ 2 PontosMember Posts: 1

    Olá, alguém aqui do fórum enviou seu processo de atribuição 1C (pai ou mãe pra filho) para a Conservatória dos Registos Centrais? Eu queria saber a data de entrada dos processos desse tipo que estão sendo analisados atualmente caso alguém saiba.. obrigada.

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @larissa_ disse:
    Olá, alguém aqui do fórum enviou seu processo de atribuição 1C (pai ou mãe pra filho) para a Conservatória dos Registos Centrais? Eu queria saber a data de entrada dos processos desse tipo que estão sendo analisados atualmente caso alguém saiba.. obrigada.

    Vamos ver se algum amigo aqui te responde. Senão, me procure pelo link abaixo

    Enviar mensagem privativa para CEGV

    abraços e ótima sorte,

  • RBLRBL 7 PontosMember Posts: 1
    editado outubro 23

    @larissa_ : Messagem de [xxxxxxx]: "Liguei lá e me informaram que estão a fazer os processos despachados favoráveis de marco de 2019."

    [CEGV} Editado pois não fazemos propagandas de outros espaços...

  • suellensaraivasuellensaraiva 41 PontosMember Posts: 9

    Gente, minha irma enviou o processo 1C esta ultima semana para Lisboa atraves de EMS e hoje ao acompanhar o processo viu que o documento está voltando para o brasil. Ela enviou um envelope por dentro do envelope do EMS. Alguem sabe me dizer algo a respeito disso? Procurei aqui e nao encontro nada sobre.

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @suellensaraiva disse:
    Gente, minha irma enviou o processo 1C esta ultima semana para Lisboa atraves de EMS e hoje ao acompanhar o processo viu que o documento está voltando para o brasil. Ela enviou um envelope por dentro do envelope do EMS. Alguem sabe me dizer algo a respeito disso? Procurei aqui e nao encontro nada sobre.

    Suellen, sem saber o tipo do processo, como foi pago e outros detalhes de como o processo foi preparado é impossível lhe dar uma resposta. Veja o que vai chegar de volta e nos informe que aí, talvez, possamos lhe orientar. Normalmente quando devolvem, uma justificativa (e ofício) é enviado junto com a documentação recusada. Se o envelope nem chegou a ser entregue sua irmã tem que se entender é com os correios ou com o CTT. Envios via EMS normalmente têm rastreamento e você pode conferir com os correios o motivo da devolução.

    Abraços,

  • GbcmsilvaGbcmsilva 2 PontosMember Posts: 1

    Pessoal,

    Estou acompanhando o processo de atribuição de meu pai, filho de português originário.

    Encaminhei toda a documentação desde janeiro/19 para a Conservatória de Lisboa. Em março/19 consegui um retorno com o número do processo e informando que estava em análise.

    Até agora não recebi mais informações, liguei na LR toda essa semana que passou e não consegui falar, a ligação não completa.

    Alguém mais com dificuldade de falar na LR +351 211 950 500 ? Outros aqui com documentação para atribuição na Conservatória de Lisboa? Enviaram quando?

  • RonaldoRonaldo 2 PontosMember Posts: 1

    Prezados,
    Já possuo toda a documentação de minha mãe (brasileira, filha de portugueses e com 91 anos) necessária para solicitar a cidadania por atribuição (1-C). Questão: O que acontece com o tramite do processo junto à ACP se ela vier a falecer? Desde já agradeço

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309

    @Gbcmsilva disse:
    Pessoal,
    Estou acompanhando o processo de atribuição de meu pai, filho de português originário.
    Encaminhei toda a documentação desde janeiro/19 para a Conservatória de Lisboa. Em março/19 consegui um retorno com o número do processo e informando que estava em análise.
    Até agora não recebi mais informações, liguei na LR toda essa semana que passou e não consegui falar, a ligação não completa.
    Alguém mais com dificuldade de falar na LR +351 211 950 500 ? Outros aqui com documentação para atribuição na Conservatória de Lisboa? Enviaram quando?

    Tente conseguir a chave de acesso. Instruções no link abaixo.
    https://portalcidadaniaportuguesa.com/forum/discussion/306/como-acompanhar-processos-de-nacionalidade-portuguesa/p1

    abraços e ótima sorte.

  • CEGVCEGV 4108 PontosModerator Posts: 3,309
    editado outubro 30

    @Ronaldo, bem vindo

    @Ronaldo disse:
    Prezados,
    Já possuo toda a documentação de minha mãe (brasileira, filha de portugueses e com 91 anos) necessária para solicitar a cidadania por atribuição (1-C). Questão: O que acontece com o tramite do processo junto à ACP se ela vier a falecer? Desde já agradeço

    Ronaldo, se você ainda não enviou o processo, procure-me que tenho opções específicas para estes casos, se você quiser uma tramitação diferenciada e rápida.

    desejando arriscar e enviar sozinho, você pode tentar conseguir um laudo médico oficial, atestando a fragilidade da saúde de sua mãe e tentar um pedido de urgência.

    O fato é que se ela falecer durante o processo, antes do registro da nacionalidade, a rigor o processo é cancelado pois o(a) requerente precisa estar vivo(a) na data do registro do assento de nascimento português. Mesmo no caso de omissão desta informação, o que alguns acham uma "saída" válida, ainda poderá trazer, não para ela, mas para os descendentes, dificuldades futuras na hora, por exemplo, de registrar a transcrição do casamento ou outros atos civis da vida de sua mãe, necessários e que dependam de outros documentos. O melhor nestes casos é não perder tempo e não arriscar.

    caso entenda adequado, me procure para orientações específicas do seu caso,

    abraços, ótima sorte e aproveite nosso Portal,

    Enviar mensagem privativa para CEGV

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.