Publicada em 10-11-2020 a 9ª alteração da Lei de Nacionalidade Portuguesa.
Clique aqui para ver a publicação no Diário da República Portuguesa.
Para pagar seu emolumento de processo de Transcrição de casamento ou de obtenção de nacionalidade através de Vale Postal, clique neste link, para saber o valor correto a ser pago (valores atualizados diariamente)

Transcrição de casamento em PONTA DELGADA

189101113

Comentários

  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @m_ferreira disse:
    Boa noite, pessoal.
    Não sei se há precedentes, mas acabei de chegar dos correios (Curitiba) e a funcionária que me atendeu, assim que eu falei "manutenção de residentes" e, em seguida, IRN IP, ela falou que se tratava de uma pessoa jurídica (ela praticamente sabia do que se tratava) e os correios não farão mais vale postal para este destinatário, não desta forma.
    Alguém já passou por isso?

    Muitos já passaram por isso. Procure outra agência dos correios.

    Aproveito para perguntar se a falta da transcrição do meu casamento, impede que eu solicite o cartão de cidadão pois já tenho data agendada.

    Depende.. se você informar no pedido do CC que é casado, podem questionar e te dar trabalho. Nesses casos é melhor se passar por solteiro.

    Obrigado.

    abraços,

    Relvis
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555
    editado novembro 2020

    @m_ferreira disse:
    Boa noite, pessoal.
    Não sei se há precedentes, mas acabei de chegar dos correios (Curitiba) e a funcionária que me atendeu, assim que eu falei "manutenção de residentes" e, em seguida, IRN IP, ela falou que se tratava de uma pessoa jurídica (ela praticamente sabia do que se tratava) e os correios não farão mais vale postal para este destinatário, não desta forma.
    Alguém já passou por isso?

    Muitos

    Aproveito para perguntar se a falta da transcrição do meu casamento, impede que eu solicite o cartão de cidadão pois já tenho data agendada.

    Não.. indique no requerimento que você é solteiro. É o que todos fazem

    Obrigado.

    Abraços,

    JulianaMachadoRelvis
  • m_ferreiram_ferreira Member 103 PontosPosts: 18

    @CEGV Obrigado!
    Vou ver como faço. Aparentemente, em Curitiba, centralizaram os vales postais internacionais nessa agência que se recusou a enviar. Ainda estou checando.
    Caso não consiga outra agência, penso em levar os documentos da transcrição no dia do agendamento do cartão de cidadão pra ver no que vai dar, agora que já enrolou tudo mesmo...

    CEGVRelvis
  • ANDREROLFSENANDREROLFSEN Member 120 PontosPosts: 35
    editado dezembro 2020

    Bom dia... estava lendo no IRN ... os valores de NACIONALIDADES, TRANSCRIÇÕES, CASAMENTOS AUMENTARAM TODOS? a transcrição de casamento foi ou será elevada para 180 euros ... filhos e netos para 250 euros ... será que ja esta valendo la não diz a paritr de quando?

    [CEGV: Atenção... vejam minha resposta abaixo...]

    CEGVRelvis
  • ANDREROLFSENANDREROLFSEN Member 120 PontosPosts: 35
    editado dezembro 2020
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555
    editado dezembro 2020

    @ANDREROLFSEN disse:
    Bom dia... estava lendo no IRN ... os valores de NACIONALIDADES, TRANSCRIÇÕES, CASAMENTOS AUMENTARAM TODOS? a transcrição de casamento foi ou será elevada para 180 euros ... filhos e netos para 250 euros ... será que ja esta valendo la não diz a paritr de quando?

    Eu não levo muita fé porque estes valores são definidos por lei e não houve alteração recente... A lei está no link abaixo e na PGDLisboa dá para ver se ocorreram atualizações e acessar a última versão. O site "eportugal.gov.pt" é recente e não me surpreenderia que apresentasse informações equivocadas.. melhor conferir antes de se assustar.

    Repito: Emolumentos de transcrições e requerimentos de nacionalidade são determinados por lei. Se a lei não mudou, continuam os mesmos.

    http://www.pgdlisboa.pt/leis/lei_mostra_articulado.php?nid=471&tabela=leis&so_miolo=
    Veja o Art. 18 da lei..

    Relvis
  • ANDREROLFSENANDREROLFSEN Member 120 PontosPosts: 35

    @CEGV obrigado vou verificar sim ....

    CEGVRelvis
  • RelvisRelvis Member 169 PontosPosts: 50

    Olá pessoal, Boa tarde a todos!
    Alguém me recomendaria qual seria atualmente a melhor conservatória para eu fazer meu processo de transcrição e atribuição dos meus dois filhos em conjunto, pois no início do ano (2020) quando iniciei minha cidadania portuguesa por atribuição (já concluida), naquela época me disseram que seria Tondela... Será que hoje ela continua sendo a melhor opção para fazer esses dois processos sendo enviados os documentos em conjunto no mesmo envelope/correspondência/postagem?

    Desde já agradeço a todos.

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @Relvis disse:
    Olá pessoal, Boa tarde a todos!
    Alguém me recomendaria qual seria atualmente a melhor conservatória para eu fazer meu processo de transcrição e atribuição dos meus dois filhos em conjunto, pois no início do ano (2020) quando iniciei minha cidadania portuguesa por atribuição (já concluida), naquela época me disseram que seria Tondela... Será que hoje ela continua sendo a melhor opção para fazer esses dois processos sendo enviados os documentos em conjunto no mesmo envelope/correspondência/postagem?

    Desde já agradeço a todos.

    Tondela continua sendo boa opção para transcrição + processos de filhos menores de idade. Se já forem maiores, talvez o melhor seja transcrição em PD e 1C de filhos em outra CRC ou espaço, tal como o ACP. ACP não transcreve casamentos.

    abraços,

    Relvis
  • RelvisRelvis Member 169 PontosPosts: 50

    @CEGV disse:

    @Relvis disse:
    Olá pessoal, Boa tarde a todos!
    Alguém me recomendaria qual seria atualmente a melhor conservatória para eu fazer meu processo de transcrição e atribuição dos meus dois filhos em conjunto, pois no início do ano (2020) quando iniciei minha cidadania portuguesa por atribuição (já concluida), naquela época me disseram que seria Tondela... Será que hoje ela continua sendo a melhor opção para fazer esses dois processos sendo enviados os documentos em conjunto no mesmo envelope/correspondência/postagem?

    Desde já agradeço a todos.

    Tondela continua sendo boa opção para transcrição + processos de filhos menores de idade. Se já forem maiores, talvez o melhor seja transcrição em PD e 1C de filhos em outra CRC ou espaço, tal como o ACP. ACP não transcreve casamentos.

    abraços,

    @CEGV O Amigo tem alguma dica de como eu devo acomodar os documentos dos três processos dentro do envelope?
    São duas atribuições de filhos menores e uma transcrição do meu casamento.
    Obrigado mais uma vez.

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @Relvis disse:
    @CEGV O Amigo tem alguma dica de como eu devo acomodar os documentos dos três processos dentro do envelope?
    São duas atribuições de filhos menores e uma transcrição do meu casamento.
    Obrigado mais uma vez.

    Coloque primeiro a transcrição e depois os dos menores. Envie uma carta, sem assinar, indicando que se trata de transcrição de casamento para nacionalidade dos menores, com pedido sucessivo. Organize os documentos por processo (cada processo deve ter seus documentos próprios e únicos) e depois coloque um clip em todos eles com a carta sobre todos.

    abraços,

    Relvis
  • RelvisRelvis Member 169 PontosPosts: 50

    @CEGV disse:

    @Relvis disse:
    @CEGV O Amigo tem alguma dica de como eu devo acomodar os documentos dos três processos dentro do envelope?
    São duas atribuições de filhos menores e uma transcrição do meu casamento.
    Obrigado mais uma vez.

    Coloque primeiro a transcrição e depois os dos menores. Envie uma carta, sem assinar, indicando que se trata de transcrição de casamento para nacionalidade dos menores, com pedido sucessivo. Organize os documentos por processo (cada processo deve ter seus documentos próprios e únicos) e depois coloque um clip em todos eles com a carta sobre todos.

    abraços,

    @CEVG muito obrigado pela resposta.
    Forte abraço.

    CEGV
  • SmiloviceSmilovice Member 17 PontosPosts: 1

    Olá, sou novo aqui no forum e iniciando o processo de atribuição para neto. Li sobre a exigência de transcrever o casamento do cidadão português com nubente brasileira em Portugal. Já achei e solicitei o assento de batismo do nubente (antes de 1911). Como me explicaram, só consta o prenome no batismo.

    Nas certidões brasileiras (seu casamento com brasileira e nascimento de filha brasileira), seu nome foi sempre "fixado" assim: Prenome-1 Prenome-2 Sobrenome-1 (vem da mãe) Sobrenome-2 (vem do pai).

    Já o nome do pai do nubente (que também emigrou para o Brasil) está diferente entre as certidões brasileiras (na filiação do nubente e ele também foi testemunha - tanto do casamento quanto do nascimento de sua neta) e o assento de batismo.

    No assento de batismo, o pai aparece como Prenome-1 Prenome-3 Sobrenome-2 (igual o do nubente) e depois aparece "Junior".

    Mas em todos os documentos brasileiros, tanto na descrição de filiação, como testemunha e assinatura, o pai aparece como Prenome-1 Prenome-3 Sobrenome-2 e Sobrenome-3 ( esse último Sobrenome-3 sem relação com nenhum outro sobrenome - nem mesmo outros de seus próprios pais que aparecem na certidão de batismo). Não sei de onde apareceu esse Sobrenome-3. E não aparece o Junior em nenhum lugar no Brasil.

    Por outro lado, os prenomes e sobrenomes da mãe do nubente, tanto em Portugal como no Brasil, são sempre os mesmos, usando Sobrenome-1 (seu de solteira) e Sobrenome-2 (do seu marido).

    1. Para a transcrição, devo retificar a certidão de casamento brasileira (e, por consequência, a de nascimento da filha, onde ele é citado) para que os nomes do pai do nubente fiquem iguais antes de enviar para PD? Nesse caso, o ideal seria retirar o Sobrenome-3 e acrescentar o Junior nos dados do pai do nubente para a filiação ficar idêntica à Portugal?

    2. Outra dúvida é sobre a nubente brasileira - também nascida antes de existir Registro Civil aqui no Brasil. Há algum formato específico que devo pedir para a certidão de batismo (já achei a igreja, data e livro) exigida por PD? Como se apostila certidão de batismo? Só levar em cartório, igual uma certidão de casamento, ou há outra etapa antes disso?

    Muito obrigado pela atenção e Boas Festas!

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @Smilovice disse:
    Olá, sou novo aqui no forum e iniciando o processo de atribuição para neto. Li sobre a exigência de transcrever o casamento do cidadão português com nubente brasileira em Portugal. Já achei e solicitei o assento de batismo do nubente (antes de 1911). Como me explicaram, só consta o prenome no batismo.
    Nas certidões brasileiras (seu casamento com brasileira e nascimento de filha brasileira), seu nome foi sempre "fixado" assim: Prenome-1 Prenome-2 Sobrenome-1 (vem da mãe) Sobrenome-2 (vem do pai).
    Já o nome do pai do nubente (que também emigrou para o Brasil) está diferente entre as certidões brasileiras (na filiação do nubente e ele também foi testemunha - tanto do casamento quanto do nascimento de sua neta) e o assento de batismo.

    O fato do português ter sido testemunha no casamento do filho importa pouco para o processo de atribuição do neto.

    No assento de batismo, o pai aparece como Prenome-1 Prenome-3 Sobrenome-2 (igual o do nubente) e depois aparece "Junior".

    Se houve adição ou remoção de sobrenomes deve ser avaliado com cuidado. O importante, no caso do português que só tem em seu assento de batismo a informação do primeiro nome é enviar documentos (como a certidão de casamento ou óbito) para comprovar como o nome completo dele (nome civil) ficou ao longo da vida dele. Isto é chamado "*fixação do sobrenome" e nestes casos é importante demonstrar no processo qual foi o nome completo que o português passou a usar durante sua vida.

    Mas em todos os documentos brasileiros, tanto na descrição de filiação, como testemunha e assinatura, o pai aparece como Prenome-1 Prenome-3 Sobrenome-2 e Sobrenome-3 ( esse último Sobrenome-3 sem relação com nenhum outro sobrenome - nem mesmo outros de seus próprios pais que aparecem na certidão de batismo). Não sei de onde apareceu esse Sobrenome-3. E não aparece o Junior em nenhum lugar no Brasil.

    Se a diferença está no nome do pai do português, nos documentos do filho (falamos aqui do bisavô do neto de português), se houver falta ou adição de nomes ou sobrenomes atenção deve ser dada e, eventualmente, pode ser necessária a retificação de documentos. Somente com uma análise adequada da documentação relacionada é possível dizer com um mínimo de certeza.

    Por outro lado, os prenomes e sobrenomes da mãe do nubente, tanto em Portugal como no Brasil, são sempre os mesmos, usando Sobrenome-1 (seu de solteira) e Sobrenome-2 (do seu marido).

    ótimo... menos questões a resolver.

    1. Para a transcrição, devo retificar a certidão de casamento brasileira (e, por consequência, a de nascimento da filha, onde ele é citado) para que os nomes do pai do nubente fiquem iguais antes de enviar para PD? Nesse caso, o ideal seria retirar o Sobrenome-3 e acrescentar o Junior nos dados do pai do nubente para a filiação ficar idêntica à Portugal?

    É como disse, o ideal é analisar com cuidado para evitar procedimentos inócuos.

    1. Outra dúvida é sobre a nubente brasileira - também nascida antes de existir Registro Civil aqui no Brasil. Há algum formato específico que devo pedir para a certidão de batismo (já achei a igreja, data e livro) exigida por PD? Como se apostila certidão de batismo? Só levar em cartório, igual uma certidão de casamento, ou há outra etapa antes disso?

    Para fins específicos de transcrição o assento de nascimento do(a) estrangeiro(a) deverá ser apresentado pela forma narrativa.

    Muito obrigado pela atenção e Boas Festas!

    Abraços e precisando entre em contato,

    Enviar mensagem privativa para CEGV pelo Portal

  • nina1991nina1991 Member 124 PontosPosts: 21

    Olá pessoal! Estou fazendo a atribuição da minha prima que tem 15 anos, filha de português. Ouvi dizer que Tondela é a melhor opção para menores, confere?

    Eu não fiz a transcrição de casamento do meu tio ainda, e sei que em Tondela eles exigem. Teria como enviar o processo de transcrição de casamento do meu tio, junto com o de Atribuição da minha prima no mesmo envelope pra Tondela?

    A, e tbm gostaria de saber se já entrou em vigor o novo valor de 180 euros pra transcrição

    Agradeço a atenção.

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @nina1991 disse:
    Olá pessoal! Estou fazendo a atribuição da minha prima que tem 15 anos, filha de português. Ouvi dizer que Tondela é a melhor opção para menores, confere?

    Sim

    Eu não fiz a transcrição de casamento do meu tio ainda, e sei que em Tondela eles exigem. Teria como enviar o processo de transcrição de casamento do meu tio, junto com o de Atribuição da minha prima no mesmo envelope pra Tondela?

    sim

    A, e tbm gostaria de saber se já entrou em vigor o novo valor de 180 euros pra transcrição

    Isso é Fake News. Valores de emolumentos são alterados por lei.

    abraços,

  • nina1991nina1991 Member 124 PontosPosts: 21

    OBRIGADA PELAS RESPOSTAS!!! @CEGV

    CEGV
  • TAMENEZESTAMENEZES Member 23 PontosPosts: 3

    Gostaria de agradecer todo o conteúdo e informações precisas neste fórum, minha transcrição de casamento feita em Ponta Delgada chegou hoje, exatas 3 semanas processo finalizado. Muito rápido.

    CEGV
  • ClauClau Member 123 PontosPosts: 32

    Prezado(a)s, boa tarde.
    O ano passado enviei para Tondela o pedido de transcrição do meu casamento juntamente com a atribuição de nacionalidade para o meu filho menor de idade.
    Referente ao processo do meu filho, recebi o e-mail com a chave de consulta e venho acompanhando, mas sobre a transcrição do meu casamento não recebi nada.
    Teria algum local onde posso pesquisar o andamento do processo de transcrição? Alguém saberia me dizer?
    Grata

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555
    editado janeiro 29

    @Clau disse:
    Prezado(a)s, boa tarde.
    O ano passado enviei para Tondela o pedido de transcrição do meu casamento juntamente com a atribuição de nacionalidade para o meu filho menor de idade.
    Referente ao processo do meu filho, recebi o e-mail com a chave de consulta e venho acompanhando, mas sobre a transcrição do meu casamento não recebi nada.
    Teria algum local onde posso pesquisar o andamento do processo de transcrição? Alguém saberia me dizer?
    Grata

    Se já deram andamento ao processo do seu filho é sinal que muito certamente o casamento já foi transcrito. Se precisar peça uma cópia do assento de casamento pelo civilonline. Aguarde um pouquinho que é capaz de Tondela lhe enviar pelos correios cópia dos dois assentos, quando terminarem o processo do seu filho.

    abraços e boa sorte

    Clau
  • ClauClau Member 123 PontosPosts: 32

    Muito obrigada @CEGV pelas informações.

    CEGV
  • AlwildaAlwilda Member 97 PontosPosts: 11

    @Alwilda disse:
    Olá! Enviamos no início de outubro a documentação para transcrição do casamento do meu marido, que foi atríbuido Português recentemente. Nós nos casamos em março desse ano mas já vivemos em união estável desde 2015, portanto fizemos a conversão do casamento e não uma cerimônia tradicional. O cartório registrou da seguinte forma no começo da certidão:

    "foi convertida em casamento a união estável dos requerentes nos termos do artigo 8º da Lei Federal nº9278 de 10/05/96."

    E o restante está igual a uma certidão de casamento convencional, exceto por testemunhas e celebração, já que não houve celebração, quando é conversão nós apenas assinamos a documentação e a certidão é emitida após o prazo da habilitação.

    Ponta Delgada simplesmente devolvou a documentação e o vale (ao invés de avisar que havia pendência :neutral: ) dizendo o seguinte:

    "Junto se devolve a V. Ex o processo de transcrição de casamento e respetivo vale postal para que a certidão de casamento seja completada quanto ao inicio da união estável."

    Aí é que mora o problema, entrei em contato com o cartório e eles disseram que é absolutamente impossível incluir esse tipo de informação em qualquer lugar da certidão, mesmo que apenas para descrição. Pesquisando sobre o assunto, encontrei o seguinte:

    "No Estado de São Paulo o pedido de conversão é feito diretamente ao Registrador Civil, não passando pelo crivo judicial. Por isso, é proibido inserir a data do início da convivência. Mesmo que os pretendentes à conversão da união estável em casamento tenham documentos que comprovem o início da união estável (escritura pública, por exemplo), nada poderá ser inserido no termo do casamento (conversão de união estável em casamento) acerca do início da convivência. Há expressa proibição neste sentido."

    Algúem já passou por esse tipo de situação? Existe alguma outra conservatória que não teria esse tipo de exigência, ou talvez o consulado?

    Obrigada desde já!

    Olá! Voltei para atualizar a situação. Tentamos de todas as formas com o cartório aqui do Brasil conseguir algum documento que mostrasse o início da união estável, já que não tínhamos a escritura de união estável (apenas uma declaração com reconhecimento de firma) e segundo uma lei no estado de SP ela não deve ser apresentada no momento do casamento e nem mencionada na certidão de casamento.

    Pretendíamos enviar essa declaração e uma cartinha com a explicação e menção da lei para Ponta Delgada, mas para evitar os custos do envio internacional novamente resolvemos correr o risco e enviar para o Escritório Consular de Santos/SP pois vimos relatos de pessoas que tiveram menos exigências e que o processo era relativamente rápido.

    Felizmente, deu tudo certo. A transcrição de casamento foi feita sem nenhuma exigência (não enviamos cópia da declaração de união estável, apenas os documentos listados no site do consulado).

    Levou pouco menos de um mês para ficar pronto (foi recebido em 05/01 e em 01/02 foi finalizado).

    Talvez essa seja uma alternativa para quem tem um problema parecido, mas não sei se recomendaria em todas as situações. Enviamos para lá porque era algo muito específico e não tínhamos pressa, mesmo se demorasse valeria o risco. Já ouvi relatos de pessoas que levaram meses para receber a resposta, ou enviaram de outros estados do Brasil e tiveram seus pedidos devolvidos.

    Enfim, mais uma etapa concluída, obrigada a todos pela ajuda de sempre!

    CEGV
  • SonaliSonali Member 93 PontosPosts: 10

    Boa noite. Procede a informação de que ponta Delgada, para transcrição de casamento, não recebe mais por vale postal, só por referência bancária, depois de analisar a documentação?

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @Sonali disse:
    Boa noite. Procede a informação de que ponta Delgada, para transcrição de casamento, não recebe mais por vale postal, só por referência bancária, depois de analisar a documentação?

    Sonali, desconheço tal informação mas sei que passaram a trabalhar (também) da forma com que você mencionou. Analisam a documentação e, se estiver adequada, enviam por e-mail um link onde o pagamento poderá ser realizado por referência bancária ou cartão de crédito. No entanto, VP é um procedimento do IRN, não de PD. A questão é que em um momento de pandemia, onde os prazos não podem ser minimamente garantidos devido a inconstância de oficiais e conservadores trabalhando todos os dias, Vales passaram a se tornar muito arriscados.

    abraços,

  • SonaliSonali Member 93 PontosPosts: 10

    @CEGV obrigada pela resposta. O VP funcionou normalmente então acho que é uma opção fazer de um jeito ou de outro.

    CEGV
  • ANDREROLFSENANDREROLFSEN Member 120 PontosPosts: 35
    editado fevereiro 12

    @Sonali procede sim .... veja;
    Para a transcrição do casamento:

    texto removido por CEGV

  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @ANDREROLFSEN disse:
    @Sonali procede sim .... veja;

    @ANDREROLFSEN, para evitar confusões, centralizamos orientações sobre documentos na primeira publicação de cada tópico.

  • ANDREROLFSENANDREROLFSEN Member 120 PontosPosts: 35

    @CEGV obrigado bom dia... só gostaria de passar para todos que PONTA DELGADA esta recebendo por CARTÃO DE CRÉDITO ....mas desculpa o que enviei até bom dia a todos..

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @ANDREROLFSEN disse:
    @CEGV obrigado bom dia... só gostaria de passar para todos que PONTA DELGADA esta recebendo por CARTÃO DE CRÉDITO ....mas desculpa o que enviei até bom dia a todos..

    @ANDREROLFSEN, sabemos já há algum tempo e já atualizamos nosso guia. NO ENTANTO, oriento cuidado extra pois o procedimento, no meu entendimento, ainda não está bem arredondado. É um procedimento de pagamento processo a processo onde os documentos são enviados sem pagamento do emolumento para Ponta Delgada, eles então revisam os documentos e enviam para o e-mail do requerente um link específico de pagamento, exclusivamente para aquele ato de transcrição. É procedimento que visa apenas resolver a questão dos muitos vales postais que estavam vencendo. O ideal era que, assim como os outros tipos de processos, que o IRN criasse uma forma de pagamento PRÉVIO do emolumento de transcrições de pagamento. Vale lembrar que é comum que o portal de pagamento via cartão de crédito não funcione e, no caso das transcrições, caso já tenham sido enviadas, trará problemas adicionais caso os requerentes não consigam pagar os emolumentos via cartão, sobrando apenas a opção de um Vale Portal ou um pagamento via multibanco (que somente têm acesso quem tem conta corrente em Portugal com cartão de débito emitido). Então, como disse, este tipo de procedimento deve ser bem pensado e calculado.

    abraços,

  • ANDREROLFSENANDREROLFSEN Member 120 PontosPosts: 35

    @CEGV foi muito esclarecedor obrigado

    CEGV
  • AlwildaAlwilda Member 97 PontosPosts: 11

    Olá! Uma dúvida sobre a documentação, se o casamento for entre dois portugueses, basta enviar a cópia simples da certidão de nascimento?

    • Certidão de NASCIMENTO do nubente estrangeiro, de Inteiro Teor digitada, devidamente legalizada (apostilada)

    Obrigada,

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @Alwilda disse:
    Olá! Uma dúvida sobre a documentação, se o casamento for entre dois portugueses, basta enviar a cópia simples da certidão de nascimento?

    Se os registros dos 2 estiverem já informatizados, apenas cópia simples pois poderão ser obtidas pelo próprio IRN.
    Se algum dos registros (ou os 2) estiver em guarda de um arquivo distrital, cópia CERTIFICADA, do(s) assento(s).

    O apostilamento só é aplicável quando certidões são estrangeiras.

    abraços e ótima sorte,

    Alwilda
  • julianambjulianamb Member 231 PontosPosts: 101

    Olá pessoal,

    Recentemente enviei a documentação para transcrição do meu casamento em Ponta Delgada mas fiz conforme antigamente, pagando e enviando o Vale postal.

    Infelizmente com o atraso do correio o meu Vale Postal caducou (simplesmente o correio demorou 1 mês e 1 dia para entregar lá).

    No mesmo dia do recebimento eles mandaram um e-mail pra mim, informando sobre a caducidade do Vale e solicitando o pagamento via cartão de crédito.
    Fiz o pagamento e mandei o comprovante para eles, respondendo ao e-mail que me enviaram.

    Agora é aguardar o retorno da minha certidão de nascimento com a transcrição de casamento... o que deve levar mais 1 mês por conta dos correios.. aff

    Eu não entendi o seguinte: agora a forma de pagamento é só enviar os documentos, sem nenhum pagamento junto e aguardar o e-mail deles??? Ou já realiza um pagamento antecipado via cartão e envia o comprovante???

    Abraço a todos!!

    CEGV
  • julianambjulianamb Member 231 PontosPosts: 101

    ah, no e-mail que eles me mandaram tinha um link para eu poder realizar o pagamento via cartão de crédito!

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @julianamb disse:
    Olá pessoal,
    Recentemente enviei a documentação para transcrição do meu casamento em Ponta Delgada mas fiz conforme antigamente, pagando e enviando o Vale postal.
    Infelizmente com o atraso do correio o meu Vale Postal caducou (simplesmente o correio demorou 1 mês e 1 dia para entregar lá).
    No mesmo dia do recebimento eles mandaram um e-mail pra mim, informando sobre a caducidade do Vale e solicitando o pagamento via cartão de crédito.
    Fiz o pagamento e mandei o comprovante para eles, respondendo ao e-mail que me enviaram.
    Agora é aguardar o retorno da minha certidão de nascimento com a transcrição de casamento... o que deve levar mais 1 mês por conta dos correios.. aff

    @julianamb, assim que você souber que a transcrição foi concluída poderá, caso deseje, emitir uma nova certidão via civilonline ou até mesmo, se estivermos falando de novos processos de filhos seus, enviá-los apenas informando seus dados. O envio de seu assento de nascimento nos processos de seus filhos é opcional. Basta informar seus dados no quadro adequado.

    Eu não entendi o seguinte: agora a forma de pagamento é só enviar os documentos, sem nenhum pagamento junto e aguardar o e-mail deles???
    Ou já realiza um pagamento antecipado via cartão e envia o comprovante???

    para este "novo" procedimento não existe, que saiba, ainda, pagamento antecipado. Os links de pagamento que enviam são individuais, processo a processo e são enviados após análise da documentação enviada.

    Abraço a todos!!
    @julianamb disse:
    ah, no e-mail que eles me mandaram tinha um link para eu poder realizar o pagamento via cartão de crédito!

    Sim.. mas a informação que tenho é que é um link específico para seu processo, não podendo ser compartilhado ou usado por outras pessoas. Se quiser me envie privativamente o link que você recebeu que confirmo se é um link genérico ou específico. A informação que tenho é que PD tem enviado links específicos, que se relacionam a cada processo.

    abraços,

    Enviar mensagem privativa para CEGV pelo Portal

  • julianambjulianamb Member 231 PontosPosts: 101

    @CEGV disse:
    @julianamb, assim que você souber que a transcrição foi concluída poderá, caso deseje, emitir uma nova certidão via civilonline ou até mesmo, se estivermos falando de novos processos de filhos seus, enviá-los apenas informando seus dados. O envio de seu assento de nascimento nos processos de seus filhos é opcional. Basta informar seus dados no quadro adequado.

    Eu não tenho filhos, então só falta tirar meu cc e passaporte! :smiley:
    Como não estou com pressa, vou aguardar a certidão chegar pelo correio, até pq não temos como saber se a transcrição foi concluída (não que eu saiba), só fazendo um teste e pagando os 10 euros no civil online...

    para este "novo" procedimento não existe, que saiba, ainda, pagamento antecipado. Os links de pagamento que enviam são individuais, processo a processo e são enviados após análise da documentação enviada.

    Hum.. então deve ser isso mesmo! Acho ótimo que seja assim, pois assim a gente só paga depois da certeza de que os documentos chegaram lá e que eles já analisaram!

    Sim.. mas a informação que tenho é que é um link específico para seu processo, não podendo ser compartilhado ou usado por outras pessoas. Se quiser me envie privativamente o link que você recebeu que confirmo se é um link genérico ou específico. A informação que tenho é que PD tem enviado links específicos, que se relacionam a cada processo.

    Então, o link que eu e minha tia recebemos foi o mesmo! Nós duas enviamos o pedidos de transcrição de casamento no mesmo envelope.
    Cada uma recebeu em seu próprio e-mail a informação da caducidade do vale postal e o link para pagamento via cartão, e o link é idêntico (acabei de conferir aqui)!
    O pagamento é no mesmo estilo do de atribuição de nacionalidade, então a gente coloca nossos dados e tal.. paguei e enviei o comprovante em resposta ao e-mail que eles tinham me enviado e pronto.

    Vou te mandar o link para você dar uma olhada.

    Abraços!

  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555
    editado fevereiro 25

    @julianamb, dei uma olhada no link e me parece um link específico, que pode ser relacionado a operações específicas, apesar de você ter dito que o mesmo link serviu para você e sua tia. Como não falaram que é um link "genérico", convém aos futuros solicitantes não arriscar e seguir o procedimento atual de PD, procedimento que eles criaram. Se começaram (PD/IRN) a receber desta forma só podemos torcer para que esta boa experiencia perdure e que os novos requerentes possam em breve utilizar links de pagamentos via cartão de crédito para PD ou qualquer outra CRC.

    Abração e obrigado pela colaboração !

  • MatheusMatheus Member 79 PontosPosts: 10

    Bom dia @CEGV ... Tudo bem?
    Ja estou com todos os docs de transcricao de casamento do meu irmao prontos para mandar para PD.

    Vim dar uma conferida no procedimento para nao errar e vi que, diante da pandemia que gera atrasos e vencimento dos vales postais, existe a sugestao de mandar sem o vale postal e pagar com cartao de crédito via link a ser encaminhado por eles no e-mail.

    Da mesma forma que tenho medo de mandar os docs com o vale e este chegar lá já vencido, também tenho muito medo de mandar sem o vale e indeferirem o requerimento de transcricao. Ou entao que o e-mail para pagamento via cartao nao ser enviado. algo assim.

    O que voce acha que devo fazer? Estou inseguro e vou seguir o que voce me sugerir.
    Obrigado e boa semana.

    CEGV
  • MatheusMatheus Member 79 PontosPosts: 10

    @CEGV ... esqueci de falar. Sabendo do risco do Vale Postal expirar, ainda que eu me decida por arriscar e mandá-lo, uma vez expirado, é possível recuperar o dinheiro do vale na agencia que o emitiu? Obrigado

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @Matheus disse:
    @CEGV ... esqueci de falar. Sabendo do risco do Vale Postal expirar, ainda que eu me decida por arriscar e mandá-lo, uma vez expirado, é possível recuperar o dinheiro do vale na agencia que o emitiu? Obrigado

    Sim, por isso é importante tirar uma cópia do original, antes de enviar. Já vimos casos que a documentação é devolvida e esquecem de devolver o recibo original do VP, que deve ser enviado junto à documentação. Lembrando: O destinatário do VP deve obrigatoriamente ser o "IRN, IP" e não CRC de Ponta Delgada.

    abraços,

  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @Matheus disse:
    Bom dia @CEGV ... Tudo bem?
    Ja estou com todos os docs de transcricao de casamento do meu irmao prontos para mandar para PD.
    Vim dar uma conferida no procedimento para nao errar e vi que, diante da pandemia que gera atrasos e vencimento dos vales postais, existe a sugestao de mandar sem o vale postal e pagar com cartao de crédito via link a ser encaminhado por eles no e-mail.
    Da mesma forma que tenho medo de mandar os docs com o vale e este chegar lá já vencido, também tenho muito medo de mandar sem o vale e indeferirem o requerimento de transcricao. Ou entao que o e-mail para pagamento via cartao nao ser enviado. algo assim.
    O que voce acha que devo fazer? Estou inseguro e vou seguir o que voce me sugerir.
    Obrigado e boa semana.

    Eu mandaria do jeito "novo" pois já recebemos diversos relatos do procedimento. Lembre de informar um e-mail para contato (cuidado para não errar e confira regularmente a caixa de SPAM) e reforce, em carta anexa (sem assinatura) que deseja receber o link para pagamento no seu e-mail. Isso deve ser suficiente. VP, vimos falando há muitos anos, aqui no Brasil, é procedimento complicado (nem toda agência se prontifica a fazer, as pessoas erram nos dados de envio, agentes dos correios erram quando escrevem o destinatário, a moeda a ser usada, etc...) e os riscos do VP, entendo eu, são muito superiores aos do pagamento via cartão de crédito. Então, usando o jeito novo, a parte do pagamento estará equacionada. Bastará então "garantir" que todo conjunto de documentos e requerimento estão em ordem.

    abraços,

  • julianambjulianamb Member 231 PontosPosts: 101

    @Matheus disse:
    @CEGV ... esqueci de falar. Sabendo do risco do Vale Postal expirar, ainda que eu me decida por arriscar e mandá-lo, uma vez expirado, é possível recuperar o dinheiro do vale na agencia que o emitiu? Obrigado

    Olá Matheus,

    Já tive problema com a expiração do Vale Postal duas vezes.

    Dessa vez fiz o pagamento através do link que eles mandaram pra mim por e-mail, é bem simples! (apesar do meu cartão de crédito sempre bloquear esse tipo de pagamento e eu ter que ligar pro cartão para desbloquear)

    Fiz o pagamento, respondi o e-mail, enviando o comprovante de pagamento que recebi por e-mail, e pronto!

    Te dizer que se eu soubesse que já estavam fazendo esse processo, via cartão, eu COM CERTEZA não enviaria o Vale.

    Agora estou na luta para resgatar o Vale Postal... Vc tem que descobrir qual agência dos correios foi designada para o resgate do seu Vale ( o Vale não volta necessariamente para a mesma agência que você emitiu! ), depois tem que avisar a agência que vc está indo buscar o dinheiro (pois podem não ter a quantia para lhe pagar) e depois tem que ir receber seu dinheiro de volta. E eles te devolvem uma parte do dinheiro, pois não devolvem a taxa do correios, que é uns 45 reais.

    Boa sorte! Abraços!

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @julianamb , vamos torcer para que este procedimento se torne padrão. Lidar com Vales é um sufoco no Brasil.

    abraços,

    julianamb
  • portuguêsnatoportuguêsnato Member 13 PontosPosts: 1

    boa tarde, amigos.

    Enviei dois processos de transcrição de casamento para Ponta Delgada, sem os vales postais. Foram recepcionados há apenas 10 dias, assim que me enviarem o link para pagamento, eu avisarei a vocês em quanto tempo demorou e se deu tudo certo.

    Abs.

    CEGV
  • MatheusMatheus Member 79 PontosPosts: 10

    Boa tarde @CEGV e @julianamb
    Tudo bem?
    Como disse, no começo de março enviei o requerimento de transcrição de casamento de meu irmão para PD sem o vale postal.

    Hoje me encaminharam por e-mail com o link para pagamento dos 120 euros.

    Ocorre que na primeira tentativa houve erro no processamento, com a mensagem:

    "Ocorreu um problema ao processar o seu pagamento.
    Caso necessite mais detalhes poderá entrar em contacto indicando o seguinte código: 1Wd6AqNMeNVk4b1446401619455833849 - 302558"

    O cartão já é desbloqueado para qualquer transação. Não é ele o problema.

    Ao fechar o link e abrir novamente para uma nova tentativa a mesma tela de erro aparece toda vez (tentei até usar outro computador). Não consigo fazer uma nova tentativa.

    É normal isso? Nós só temos uma chance?
    Respondo o e-mail dizendo que não consegui? Obrigado

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555

    @Matheus disse:
    Boa tarde @CEGV e @julianamb
    Tudo bem?
    Como disse, no começo de março enviei o requerimento de transcrição de casamento de meu irmão para PD sem o vale postal.
    Hoje me encaminharam por e-mail com o link para pagamento dos 120 euros.
    Ocorre que na primeira tentativa houve erro no processamento, com a mensagem:
    "Ocorreu um problema ao processar o seu pagamento.
    Caso necessite mais detalhes poderá entrar em contacto indicando o seguinte código: 1Wd6AqNMeNVk4b1446401619455833849 - 302558"
    O cartão já é desbloqueado para qualquer transação. Não é ele o problema.
    Ao fechar o link e abrir novamente para uma nova tentativa a mesma tela de erro aparece toda vez (tentei até usar outro computador). Não consigo fazer uma nova tentativa.
    É normal isso? Nós só temos uma chance?
    Respondo o e-mail dizendo que não consegui? Obrigado

    A plataforma de pagamentos via Cartão de crédito que o IRN usa dá muitos problemas, principalmente para cartões brasileiros. Tente por mais alguns dias, use outros cartões, se possível, e se não conseguir informe as diversas tentativas à PD.

    abraços,

  • ElbaElba Member 121 PontosPosts: 24

    Prezados, sobre a informação abaixo, trata-se de transcrição de casamento de portuguesa atribuída e brasileiro, é necessário?

    Recebemos informação de um colega que Ponta Delgada passou a exigir a apresentação de Certidão de Batismo CERTIFICADA (com carta anexa do arquivo distrital) para transcrição de casamentos cujos nubentes sejam cidadãos portugueses e que tenham somente o assento de batismo. No passado a CRC de Ponta Delgada aceitava uma cópia simples do livro de registro de batismo e agora somente aceitará cópia certificada.

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4824 PontosPosts: 4,555
    editado maio 4

    @Elba disse:
    Prezados, sobre a informação abaixo, trata-se de transcrição de casamento de portuguesa atribuída e brasileiro, é necessário?
    Recebemos informação de um colega que Ponta Delgada passou a exigir a apresentação de Certidão de Batismo CERTIFICADA (com carta anexa do arquivo distrital) para transcrição de casamentos cujos nubentes sejam cidadãos portugueses e que tenham somente o assento de batismo. No passado a CRC de Ponta Delgada aceitava uma cópia simples do livro de registro de batismo e agora somente aceitará cópia certificada.

    Não, @Elba. Trata-se de um requisito normal que anteriormente "deixavam passar" e agora, aparentemente, não deixam mais. Se trata de assentos de portugueses que estão guardados em Arquivos Distritais (que o IRN não tem acesso direto). A regra "oficial" é simples. Se o assento está guardado ou informatizado no IRN, não precisa "certificação". Ser está guardado fora do IRN, mais especificamente em Arquivos Distritais (neste caso, em geral, assentos com mais de 100 anos), a cópia certificada é exigida. Fazer fora da regra pode gerar esses problemas. Se pega um analista ou conservador mais leniente, passa. Se pega um mais formal ou "linha dura", não passa. Por isso cada um deve avaliar seus próprios riscos quando lidando com questões relacionadas à leniências específicas em relação a documentos a serem apresentados.

    abraços,

  • ElbaElba Member 121 PontosPosts: 24

    @CEGV disse:

    @Elba disse:
    Prezados, sobre a informação abaixo, trata-se de transcrição de casamento de portuguesa atribuída e brasileiro, é necessário?
    Recebemos informação de um colega que Ponta Delgada passou a exigir a apresentação de Certidão de Batismo CERTIFICADA (com carta anexa do arquivo distrital) para transcrição de casamentos cujos nubentes sejam cidadãos portugueses e que tenham somente o assento de batismo. No passado a CRC de Ponta Delgada aceitava uma cópia simples do livro de registro de batismo e agora somente aceitará cópia certificada.

    Não, @Elba. Trata-se de um requisito normal que anteriormente "deixavam passar" e agora, aparentemente, não deixam mais. Se trata de assentos de portugueses que estão guardados em Arquivos Distritais (que o IRN não tem acesso direto). A regra "oficial" é simples. Se o assento está guardado ou informatizado no IRN, não precisa "certificação". Ser está guardado fora do IRN, mais especificamente em Arquivos Distritais (neste caso, em geral, assentos com mais de 100 anos), a cópia certificada é exigida. Fazer fora da regra pode gerar esses problemas. Se pega um analista ou conservador mais leniente, passa. Se pega um mais formal ou "linha dura", não passa. Por isso cada um deve avaliar seus próprios riscos quando lidando com questões relacionadas à leniências específicas em relação a documentos a serem apresentados.

    abraços,

    Obrigadão pelas explicações, mas me perdoe por insistir... no meu caso Portuguesa atribuída (acabou de sair o assento) e Brasileiro, não precisa certo? Ou entro nesta leva de "avaliar o risco"? Por prefiro não arriscar se tiver qualquer possibilidade de dar errado por isso.

    Aproveito para perguntar... posso mandar junto essa transcrição JUNTAMENTE com processo atribuição de filho MAIOR? Vi algumas pessoas comentando mas fiquei em duvida se junto é so para menores.

    CEGV
Entre ou Registre-se para fazer um comentário.