Publicada em 10-11-2020 a 9ª alteração da Lei de Nacionalidade Portuguesa.
Clique aqui para ver a publicação no Diário da República Portuguesa.
Para pagar seu emolumento de processo de Transcrição de casamento ou de obtenção de nacionalidade através de Vale Postal, clique neste link, para saber o valor correto a ser pago (valores atualizados diariamente)

“Caiu em Exigência?” Veja Os Principais Erros Dos Processos e Acerte Tudo No Seu!

1235»

Comentários

  • CEGVCEGV Moderator 4850 PontosPosts: 4,643

    @daydias disse:
    Boa noite. A respeito do número 11 em campeões em exigências (não sei bem se o caso da minha mãe se enquadra ali, mas vamos lá)
    Vou entrar com o processo de cidadania dela por ela ser neta de português (pai e avô já falecidos), avô português declarou nascimento do pai dela, e o pai declarou o nascimento da requerente.
    Minha mãe não se casou, mas houve troca de primeiro nome há 7 anos atrás. Digo isso porque todos os casos que li por aí sobre homologação de sentença estrangeira se baseia em casamento/divórcio/viuvez/adoção, e todos pedem documentos que ela não possui.

    @daydias, lhe mandei uma mensagem privativa com sugestões. Entendo que este caso deve ser solucionado com ajuda legal e especializada e vai além da proposta de explicações do Portal, direcionadas para aqueles que pretendem fazer sozinhos seus processos.

    abraços,

  • hgurgelhgurgel Member 32 PontosPosts: 3

    Pessoal, boa tarde. Olha o que aconteceu comigo. Estou sem entender. Se alguém tiver alguma sugestão. Nosso processo caiu em diligência, pois constava apenas um copia da certidão do avô de minha mãe e os dados de onde obtê-la. Fomos informados disso e conseguimos que o Arquivo Distrital de Aveiro enviasse a certidão autenticada direto para a Conservatória Geral em Lisboa. Na página reproduzida tem a certidão do meu bisavô João (assentamento nº 45) no topo da página e logo abaixo tem a de um Serafim (assentamento nº 44). Na página constam as duas. Vejam o que recebi por e-mail hoje da conservadora:

    "Acontece, que a certidão de batismo junta não pertence ao avô da requerente João de Souza Miguel, foi remetida a de um Serafim, pelo que o processo será indeferido."

    É como se a conservadora não tivesse percebido que a certidão do meu bisavô também consta do documento e vai indeferir o processo por esse equívoco.

    O que sugerem que eu faça para resolver isso antes que o processo seja aquivado?

    Mandei diversos e-mails e amanhã pela manha tentarei contato por telefone.

    Se alguém tiver outra sugestão, agradeço!

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4850 PontosPosts: 4,643
    editado julho 27

    @hgurgel disse:
    Pessoal, boa tarde. Olha o que aconteceu comigo. Estou sem entender. Se alguém tiver alguma sugestão. Nosso processo caiu em diligência, pois constava apenas um copia da certidão do avô de minha mãe e os dados de onde obtê-la. Fomos informados disso e conseguimos que o Arquivo Distrital de Aveiro enviasse a certidão autenticada direto para a Conservatória Geral em Lisboa. Na página reproduzida tem a certidão do meu bisavô João (assentamento nº 45) no topo da página e logo abaixo tem a de um Serafim (assentamento nº 44). Na página constam as duas. Vejam o que recebi por e-mail hoje da conservadora:
    "Acontece, que a certidão de batismo junta não pertence ao avô da requerente João de Souza Miguel, foi remetida a de um Serafim, pelo que o processo será indeferido."

    Se você tiver uma cópia digitalizada da página, pode apontar onde está o assento do seu avô e delicada e respeitosamente chamar a atenção da conservadora para a localização fática do assento do seu avô na página enviada. Pode ter ocorrido também que o Arquivo Distrital tenha enviado o assento errado.

    É como se a conservadora não tivesse percebido que a certidão do meu bisavô também consta do documento e vai indeferir o processo por esse equívoco.

    Se o problema for a "atenção" da conservadora, o problema poderá ser facilmente solucionado com um e-mail.

    O que sugerem que eu faça para resolver isso antes que o processo seja aquivado?

    processos não são arquivados tão facilmente.

    Mandei diversos e-mails e amanhã pela manha tentarei contato por telefone.
    Se alguém tiver outra sugestão, agradeço!

    Calma... é como disse: Processos não são indeferidos de pronto. Aguardam informações e respostas pelos requerentes.

    abraços e ótima sorte,
    Se os problemas persistirem, entre em contato privativamente comigo.

    Enviar mensagem privativa para CEGV pelo Portal

    Leitura sugerida
    https://portalcidadaniaportuguesa.com/forum/discussion/333/p1
    veja a parte em que falo sobre "Erros nos Documentos ou no preenchimento dos requerimentos ?"

  • pyallouzpyallouz Member 27 PontosPosts: 2

    Bom dia a todos.

    estou cuidando de 3 processos por via sefadista. O processo de minha filha encontra-se mais adiantado, mas ontem recebi a informação de exigência. Em contato com a conservatória, me foi solicitado o seguinte:

    Novo certificado da CIP, acompanhado de árvore genealógica, devidamente verificada e validada, até onde for possível a sua a sua concretização, com indicação das datas de nascimento, óbito e casamento dos seus ascendentes , conforme determinação superior que vigora a partir de 01/02/2018, corretamente emitido quanto a data de nascimento da constituinte.

    Inicialmente haviam informado que o processo estava completo e válido, mas depois caiu em exigência.

    Gostaria de orientação, no momento fiquei sem saber o que fazer.

    Obrigada a todos que puderem me ajudar.

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4850 PontosPosts: 4,643

    @pyallouz disse:
    Bom dia a todos.
    estou cuidando de 3 processos por via sefadista. O processo de minha filha encontra-se mais adiantado, mas ontem recebi a informação de exigência. Em contato com a conservatória, me foi solicitado o seguinte:
    Novo certificado da CIP, acompanhado de árvore genealógica, devidamente verificada e validada, até onde for possível a sua a sua concretização, com indicação das datas de nascimento, óbito e casamento dos seus ascendentes , conforme determinação superior que vigora a partir de 01/02/2018, corretamente emitido quanto a data de nascimento da constituinte.
    Inicialmente haviam informado que o processo estava completo e válido, mas depois caiu em exigência.
    Gostaria de orientação, no momento fiquei sem saber o que fazer.
    Obrigada a todos que puderem me ajudar.

    Entendo que você deve entrar em contato com a CIP. Envie cópia do ofício, e requeira que seja produzido um novo relatório, de acordo com as normas do IRN informadas no ofício do IRN.

    Abraços,

  • pyallouzpyallouz Member 27 PontosPosts: 2

    @CEGV obrigada. Você teria como me orientar com relação a este contato. Se por e-mail? Qual e-mail? Estou perdida e com medo de perder o prazo.

    CEGV
  • CEGVCEGV Moderator 4850 PontosPosts: 4,643
    editado setembro 1

    @pyallouz disse:
    @CEGV obrigada. Você teria como me orientar com relação a este contato. Se por e-mail? Qual e-mail? Estou perdida e com medo de perder o prazo.

    Enviar mensagem privativa para CEGV pelo Portal

    não se preocupe excessivamente com prazos. Se eles não cumprem, porque exigiriam que nós os cumpríssemos ???

    abraços,

Entre ou Registre-se para fazer um comentário.